Grande Futebol
A lágrima de Cech na hora do adeus
2019-05-30 10:15:00
Checo diz adeus aos relvados

Petr Cech pendurou as luvas após a final da Liga Europa, num encontro entre o Arsenal e o Chelsea, os dois clubes que representou em Inglaterra.

O gigante checo - que ficará eternizado para sempre no mundo do futebol pelas defesas, pelas conquistas mas também por usar um 'capacete' de proteção durante os jogos - mostrou-se muito emocionado. Cech largou uma lágrima e limpou-a com a delicadeza das mãos que, ao longo dos anos, evitaram tantos  e tantos golos aos adversários.

'A lágrima de Cech', como já lhe chamam, representou o fim de uma era. Terminou ali mesmo no relvado do Olímpico de Baku, uma carreira impar, refletida numa lágrima.

Após o apito final do italiano Gianluca Rocchi no Olímpico de Baku, no Azerbaijão, Cech percebeu que era também o apito decisivo para o fim de uma carreira carregada de troféus, muitos deles ganhos ao serviço do Chelsea, a equipa que acabava de lhe tirar a possibilidade de fechar a carreira com mais um troféu nos braços e o clube para o qual, curiosamente, deverá regressar com funções na estrutura na próxima época.

Pelos 'blues', o checo conquistou uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa, quatro ligas inglesas, outras tantas 'The FA Cup', três 'Football League Cup' e duas 'FA Community Shield'.

Pelo Arsenal, venceu uma 'The FA Cup' e duas 'FA Community Shield'. Agora, chegou a hora do adeus... numa lágrima.

Assista.


Sê o primeiro a comentar: