Prolongamento
Super Dragões arriscam pena de prisão
2019-05-25 15:05:00
Tarja com referências ao primeiro-ministro e a juíza pode configurar crime de difamação agravada

Os responsáveis da claque portista Super Dragões (SD) correm o risco de ir parar à prisão, caso a justiça entenda que a tarja polémica exibida na última jornada do campeonato constitua um crime de difamação agravada.

Segundo o Jornal Económico, que cita uma fonte identificando-a como "próxima ao processo", em causa está o uso de imagens referentes a órgãos de soberania, nomeadamente as fotos de António Costa, primeiro-ministro, e Ana Peres, juíza.

Recorde-se que, na imagem, os SD congratulam, de forma irónica, os campeões nacionais de 2018/19, trocando os rostos dos jogadores do Benfica por árbitros e outras personalidades.

Foi levantado um auto de notícia e, de acordo com fonte da direção nacional da PSP, o relatório será entregue, nos próximos dias, ao Ministério Público e à Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto (APCVD).

O crime de difamação agravada tem uma moldura penal de pena de multa até 240 dias ou pena de prisão até seis meses, mas caso seja agravada (como acontece quando envolve titulares de cargos de órgãos de soberania) as penas passam para multa até 360 dias ou prisão até nove meses.

As referências feitas pelos SD são fáceis de explicar: António Costa é confesso adepto do Benfica e Ana Peres é a juíza titular do processo e-toupeira, tendo sido ela a decidir não pronunciar a SAD do Benfica.

Sê o primeiro a comentar:
Tags: