Portugal
"Sinto que não é difícil ser campeão pelo Sporting", diz Tiago Fernandes
2019-03-21 09:50:00
Técnico manifesta essa convicção em entrevista ao programa 'Entrelinhas' da TSF

Ex-treinador do Sporting (interino após a saída de José Peseiro) e do Desportivo de Chaves, Tiago Fernandes sente que "não é difícil ser campeão pelo Sporting" e deu a receita.

"Se adotares uma estratégia do equilíbrio e acertares nos jogadores que vais buscar, porque consegues ir buscar dois ou três jogadores muito bons, se estiveres atento ao mercado, juntando à base que tens", disse, em entrevista ao programa 'Entrelinhas' da TSF.

Alvalade é, de resto, uma casa que conhece bem, não fosse ele também filho de uma antiga glória leonina (Manuel Fernandes). Daí que o sonho de Tiago Fernandes esteja bem identificado.

"Qualquer treinador em Portugal gostava de treinar o Sporting. O meu sonho não é treinar o Sporting, é ser campeão pelo Sporting. Não se pode prever quando vai acontecer", disse, e prosseguiu.

"Dei tudo de mim no Sporting e foi a cereja no topo do bolo acabar com aqueles três jogos na equipa principal. Estou grato a todos os presidentes que passaram pelo Sporting desde que entrei naquela casa. Com todos fui promovido", disse.

Pelo amor que tem ao emblema de Alvalade, Tiago Fernandes considera pouco provável treinar Benfica ou FC Porto: "É difícil. Não digo que não possa acontecer, mas é difícil, tenho uma ligação grande ao Sporting."

O técnico explica também como tem vivido este curto período sem clube, enquanto espera que apareça um projeto "interessante" para dar continuidade à carreira.

Até lá, vai analisando o que fez nos anteriores clubes e salienta como positivo o trabalho feito para lá do Marão. 

"Não tenho opinião de que as coisas não tenham corrido bem. Chegámos ao Chaves e tínhamos uma equipa com a moral em baixo, e também com as saídas do Marcão e do Eustáquio... com os ajustamentos e com o crescimento que conseguimos impor tornámos o Chaves uma equipa competitiva, a discutir o jogo pelo jogo. Quem joga contra FC Porto, Braga e Benfica e em 13 jogos faz 14 pontos, uma média que dava para ficar entre os 12 primeiros, penso que não é um mau trabalho."

Sê o primeiro a comentar: