Prolongamento
"Se isto é o país das cunhas, vão acusar Vieira por fazer o que todos fazem?"
2020-07-03 14:50:00
"O presidente do FC Porto nunca usou cunhas?", questiona o ex-vice do Benfica, Capristano

Antigo vice-presidente do Benfica, José Manuel Capristano estranha que Luís Filipe Vieira possa ser acusado pelo Ministério Público no âmbito do processo Lex.

"Se isto é o país das cunhas, vão acusar Vieira por fazer o que todos fazem?", questiona o ex-dirigente encarnado, em reação à notícia da iminente acusação formal contra Luís Filipe Vieira como arguido na Operação Lex.

Capristano questiona as razões que levam o Ministério Público a querer acusar Vieira.

"Por ser o Luís Filipe Vieira? Por ser presidente do Benfica? O presidente do FC Porto nunca usou cunhas? O do Sporting também não nem o do SC Braga?", questiona Capristano.

Na CMTV, o antigo vice-presidente das águias nota que existe uma "lança apontada ao presidente do Benfica" por parte da justiça portuguesa.

"Isto é o que me enerva", desabafa Capristano, lembrando as "derrotas do Ministério Público", recentemente, em alguns processos.

"O Ministério Público tem sido um sucedâneo de derrotas. Estuda mal os processos, acusa por acusar. Quem sou eu para estar a acusar o Ministério Público ou o sistema jurídico mas mais que isto não posso dizer."

De acordo com o que adiantou, na quinta-feira, a TVI 24, Vieira deverá ser pronunciado, "muito brevemente" por "recebimento indevido de vantagem".

No entender do Ministério Público, Luís Filipe Vieira terá oferecido cargos remunerados no Benfica ao então juiz Rui Rangel, em troca de favores judiciais.

A defesa de Vieira já se pronunciou e fala de uma acusação "profundamente injusta, pois assenta em factos que não são verdadeiros e em intenções que o senhor Luís Filipe Vieira nunca teve".