Grande Futebol
Sam tem 17 anos e é o melhor amigo das estrelas da Premier League
Sérgio Cavaleiro
2018-09-13 15:10:00
Arranja o que mais ninguém consegue e tem Paul Pogba e Mesut Ozil a mandarem-lhe mensagens no Whatsapp

Imagine estar a divertir-se com um jogo de consola qualquer e de repente recebe uma chamada que o obriga a interromper a brincadeira. Pois bem. Para Sam Morgan, um adolescente inglês, isso é o pão nosso de cada dia. Mas não tenha pena do jovem, é que do outro lado da linha estão apenas alguns dos melhores jogadores da Premier League. O miúdo arranjou maneira de vender roupa de marca e agora não o largam, explicava o próprio à "BBC" quando foi interrompido com uma mensagem de Kyle Walker.

Sam Morgan, de 17 anos, estava sentado na sua cama de adolescente a explicar ao jornalista da "BBC" o seu encanto pelo mundo dos negócios quando foi interrompido por uma mensagem no Whatsapp. "É o Kyle Walker (internacional inglês e jogador do Manchester City), peço desculpa, deem-me só dois minutos para responder". Do outro lado um dos jogadores mais bem pagos da Premier League a pedir a um miúdo que lhe arranje umas peças de roupa para compor o guarda-vestidos.

Depois de responder a Walker - um dos indiscutíveis de Pep Guardiola -, Sam voltou à conversa com a "BBC". "Desde criança que gosto de comprar e vender coisas para fazer lucro", começou por explicar. "Lembro-me dos tempos em que chegava a casa sempre com três ou quatro libras a mais. Fui criando esse hábito", explicou o "garms dealer", como é agora conhecido em Inglaterra. "Eu adoro ir às compras e comparar preços", revelou.

Sam Morgan tem um claro conhecimento do mercado de roupas de marca e usa esse conhecimento para chegar a peças de vestuário raras. Ora, isto faz dele alguém que os milionários e glamorosos futebolistas querem como amigo. Só ele consegue ter acesso aquele par de ténis que mais ninguém tem porque não foram feitas mais do que um par de cópias.

Tudo começou com umas peças de vestuário vendidas a um jogador dos escalões jovens do Arsenal, Cohen Bramall. A satisfação do jovem jogador, e o provável impacto que teve quando entrou no balneário, fizeram com que outros jogadores quisessem saber mais sobre Sam. Chris Willock, do Benfica, e o irmão Joe Willock estão entre os primeiros clientes do adolescente, mas a coisa não ficou pelos miúdos: depois dos irmãos Willock, foi a vez de Reiss Nelson, também formado no Arsenal, mas agora emprestado ao TSG Hoffenheim, a entrar na lista de clientes.

O jovem revelou que foi a partir do momento em que "entrou" no balneário da equipa principal do Tottenham que tudo mudou. Os Spurs vinham de viagem após um jogo com o Real Madrid quando Kyle Walker ligou a Sam a dizer que Heung-min Son, internacional coreano, queria dois pares de calçado de uma marca reconhecida, mas que em todo o lado que tinha ido lhe tinham dito que estava esgotado. "Em dois dias encontrei as duas peças que me pediram", e a partir daí nunca mais teve descanso.

As histórias de deixar qualquer um de boca aberta multiplicam-se. Sam revelou que um dia estava em casa de Benjamin Mendy, do Manchester City, a entregar mercadoria, quando o lateral-francês recebeu uma chamada de vídeo e lhe passou o telefone. Do outro lado estava Paul Pogba. "Olá miúdo, és tu que estás a safar a malta?", perguntou Pogba, "Sou", respondeu o adolescente. "Há muito que ando a tentar encontrar-te", disse o médio francês. Sam nem que queria acreditar: "Eu fiquei parvo, o Pogba a dizer que anda atrás de mim há um tempo."

Mas há mais. Sam lembrou o dia em que foi contactado por um grupo de pessoas que se diziam colaboradores de Mesut Ozil, a estrela maior do Arsenal. "Eles foram muito persistentes e a certa altura até pensei que poderia ser apenas alguém a fazer-se passar pelo Ozil para conseguir material raro a um bom preço, mas acabei por entrar na onda, mesmo sem grande certeza. No entanto, no dia em que o Ozil assinou a renovação de contrato com o Arsenal, vi que afinal era verdade. Ele estava com o casaco que eu lhe vendi e só há 30 daqueles casacos. Caí na cadeira, nem queria acreditar, o Ozil com a roupa que eu lhe vendi", disse.

A lista de clientes de Sam Morgan não tem fim. Pierre-Emerick Aubameyang ficou fascinado com o estilo de Alexandre Lacazette e perguntou ao seu colega onde tinha arranjado aquela roupa. O francês explicou que tinha sido um miúdo, que por acaso até morava perto deles. "O Alex [Lacazette] disse ao Aubameyang que era um miúdo do bairro. Miúdo! Até parece que tenho 12 anos."

Sê o primeiro a comentar: