Portugal
Rui Vitória: "O futebol é assim"
Redação Bancada
2018-11-07 22:35:00
A reação do treinador do Benfica ao empate na receção ao Ajax

No final do empate contra o Ajax na quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões (1-1), Rui Vitória não estava satisfeito com o resultado, mas não tem dúvidas de que os encarnados mereciam a vitória.

"Nesta altura é evidente que falar de sorte ou azar poderá não ser o mais correto, mas há aquele minuto lá e cá em que podia ser tudo ao contrário. Entrámos com uma estratégia muito bem definida, condicionámos muito o Ajax. Foi uma primeira parte em que, praticamente, o Ajax não foi à nossa baliza a não ser em dois livres que vai com algum perigo. Depois, na segunda parte, tivemosm alguma infelicidade com as substituições mas o Ajax nunca se aproximou da nossa baliza. Fizemos uma exibição segura, muito consistente, reativa e estávamos prontos para matar o jogo com o segundo golo. Na segunda parte, a equipa tem um conjunto de saídas em que podia definir melhor no último terço. O futebol é assim", disse o técnico à 'Eleven Sports' na zona de entrevistas rápidas, explicando ainda que o Benfica não ganhou o jogo, mas ganhou "mais qualquer coisa".

Acerca da contestação dos adeptos, Rui Vitória disse que estes... se deixam levar pela emoção: "Compreendo a manifestação e compreendo que é um desporto de emoções e as pessoas não conseguem (...) não conseguem não, as pessoas são mais emotivas do que racionais. As pessoas não vêm para aqui para pensar, vêm para viver".

Sobre a opção de colocar Gabriel em campo e remeter Pizzi para o banco de suplentes, Rui Vitória explicou que o objetivo foi ter um meio-campo mais agressivo. "A equipa do Ajax tem uma construção muito boa com os seus dois médios-centro. A partir dali começam as ligações que costumam estabelecer. Era fundamental termos muita agressividade e com estes três jogadores - Fejsa, Gedson e Gabriel - limitámos muito essa construção e alimentámos os jogadores mais à frente. Depois era fundamental sairmos muito rápido para o ataque", considerou.

À 'TVI', Rui Vitória lembrou ainda que "a competência não se perde por momentos ou circunstâncias". "Se [a competência] existe, está cá. Em muitos momentos tivemos essa competência. Hoje, apesar do resultado, a equipa fez um jogo muito consistente e seguro, tal como tínhamos feito em Amesterdão. Foram pequenos pormenores que ditaram o resultado. É preciso termos essa noção", referiu.

Sê o primeiro a comentar: