Portugal
Frederico Varandas: "O tempo de circo e chacota acabou"
Redação Bancada
2018-10-10 15:35:00
O presidente do Sporting respondeu a José Maria Ricciardi, falou das rescisões unilaterais e da derrota em Portimão

À entrada para a cimeira de presidentes organizada pela Liga no Convento São Francisco, em Coimbra, Frederico Varandas respondeu a José Maria Ricciardi. O banqueiro e ex-candidato nas últimas eleições criticou o atual presidente do Sporting e este assegurou que o "circo" e a "chacota" chegaram ao fim.

"Há muitas pessoas que estão habituadas ao Sporting ser um circo, um produto televisivo de chacota, mas esse tempo acabou. Será também uma tristeza para alguns, mas o empréstimo obrigacionista é uma realidade e o financiamento será em novembro. Será também uma tristeza para outros, mas o processo das rescisões também serão resolvidos", disse o líder leonino em declarações reproduzidas pela 'Lusa', garantindo ainda estar na cimeira para "defender a transparência e a valorização do futebol português".

Frederico Varandas voltou a falar sobre os processos que o Sporting tem com os jogadores que rescindiram unilateralmente alegando justa causa. "O que garanto é que defenderei o Sporting. E isso significa, muitas vezes, estar calado", frisou, analisando depois a derrota por 4-2 em Portimão. "Perdemos porque fomos piores, não foi por causa da arbitragem ou do cansaço. E se queremos recuperar os quatro pontos para os líderes, temos de ser melhores em campo", assegurou.

Sê o primeiro a comentar: