Portugal
“Façamos as contas. Vendemos o Félix por 48 milhões”
2019-09-09 13:00:00
Rui Gomes da Silva acusa Vieira de transformar Benfica em “entreposto de jogadores”

Num artigo publicado no blogue ‘Geração Benfica’, o antigo vice-presidente encarnado reitera críticas ao projeto de Luís Filipe Vieira, acusando o líder do clube da Luz de transformar o Benfica “numa agência, ou entreposto de jogadores”.

Rui Gomes da Silva faz uma análise à política de contratações da SAD, sugerindo que há uma intenção de favorecer terceiros.  

“De 2010 a 2019, entraram no Estádio da Luz (de acordo com o Observatório do Futebol – CIES) 780 milhões de euros. Uma média – fácil neste caso – de 78 milhões de euros, por ano, de vendas de jogadores feitas pelo Benfica. Parabéns aos que ganharam muito dinheiro com todas essas vendas – sejam lá eles quem forem, portugueses ou não, e com escritórios na Europa, no Médio Oriente, em África ou, até, noutras paragens menos prováveis”, escreve.

O ex-dirigente critica ainda a eventual contratação de Perin – a imprensa desportiva coloca o guardião da Juventus de novo na rota da Luz. “Começa a não haver vergonha... Já não bastava Vinicius, teremos agora Perin... O nosso Benfica não pode ser isto”, realça.

Depois, faz uma análise aos negócios da presente temporada, concluindo que, entre contratações escusadas e pagamentos de comissões, o Benfica vendeu João Félix “por 48 milhões”.

“Façam então essa contabilidade! Se aos 120 milhões de venda de João Félix retirarmos 12 para Jorge Mendes (…), 20 por RDT que não precisaríamos, 17 por Vinicius que nunca jogará a sério no Benfica, 2,5 por Cádiz que nunca jogará no Benfica, 3,95 (de comissões destas compras, algumas, como a de Vinicius, que são uma vergonha) e, agora, 16,5 por Mattia Perin (15 mais 1,5 de comissões)... Pois é... João Félix terá sido vendido por 120 milhões menos 71,95 milhões (…). Ou seja, por 48,05 milhões de euros! Isto é, vendemos, na prática, João Félix por 48 milhões”, escreve.

“É este o Benfica que querem?”, pergunta.

Rui Gomes da Silva ‘agarra’ na bandeira de… Luís Filipe Vieira. “Quero ser presidente do Benfica para ser campeão europeu”, assume.

E lembra que o Benfica sempre ganhou dentro de portas, com exceção de “um período negro”, numa provável alusão ao período de presidência de João Vale e Azevedo.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa