Portugal
"Dinheiro de Félix é como aqueles créditos online... temos de gastar tudo"
2019-07-19 14:50:00
Ex-dirigente e candidato assumido no próximo ato eleitoral deixa críticas à abordagem de Vieira ao mercado

Antigo vice-presidente do clube da Luz, Rui Gomes da Silva lamenta que o dinheiro que o Benfica conseguiu com a venda de João Félix "pareça como naqueles créditos de jogos online" onde "não dá para trocar o crédito por dinheiro" e tem que se "gastar tudo".

"Se fizer as contas do Perin mais o Raul De Tomas, mais 12 milhões da comissão do agente assumido pelo Benfica, mais 20 milhões do Pedro Neto, quase metade do valor do João Félix já foi. Fora ordenados. O ordenado ao João Félix era só um, assim são três ou quatro. Para além do dinheiro pago ao agente que não é produtivo em termos de futebol jogador", descreveu Gomes da Silva.

O ex-dirigente pediu ainda aos adeptos para "fazerem as contas" e perceberem o que se passa na realidade do mercado de transferências de e para a Luz.

Sobre Mattia Perin, em particular, Rui Gomes da Silva considera que "tem mais lesões que títulos ganhos", não se mostrando surpreendido com o facto de ter chumbado nos exames médicos.

Em declarações à 'Antena 1', o ex-dirigente dos encarnados, já assumido como candidato no próximo ato eleitoral dos benfiquistas, referiu ainda que estranha o facto de o jogador, a fazer fé no comunicado do Benfica, voltará em dezembro.

"Essa é a maior surpresa", referiu, mostrando-se também preocupado com o facto de "sempre que há problemas" com uma contratação ser "o nome de Rui Costa jogado na praça pública" como responsável.

Porém, apesar da indefinição no plantel, Rui Gomes da Silva acredita que o Benfica "é de longe o maior candidato ao título de campeão nacional".

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa