Portugal
"Deixe-me contar uma história. São 20 anos a pensar pela minha cabeça", diz Lage
2019-11-08 14:00:00
Treinador do Benfica assegura que gestão e opções feitas são tomadas por si mesmo

Bruno Lage assegurou que a gestão do plantel e as opções que tem tomado nos jogos europeus do Benfica parte da sua própria cabeça. Na conferência de imprensa de lançamento do jogo contra o Santa Clara, o treinador do Benfica recuou na sua história e explicou que as decisões partem sempre dele mesmo.

"Deixe-me contar uma história... Tenho 43 anos, terminei o curso há 23. Daí, 15 ou 20 colegas foram dar aulas. Eu não fui, tentei investir na carreira como treinador. Muitos colegas diziam-me que ia para o futebol ganhar 100 ou 200 euros no início de carreira, enquanto os professores ganhavam 1400 ou 1500", começou por contar.

O técnico das águias diz que gostou sempre de "pensar" pela própria cabeça enquanto ia procurando o seu sonho. "Passados uns anos, cheguei ao Benfica, e, a determinada altura, senti que precisava de um projeto. Os meus colegas aqui diziam 'Ninguém sai do Benfica'. Eu pensei pela minha cabeça, fui à minha vida".

Bruno Lage passou pelo Dubai, por Inglaterra "até que chegou o convite para voltar à equipa B [do Benfica]".

"Toda a gente dizia 'Vais deixar a Premier League para competir na II Liga'. Pensei pela minha cabeça e vim. Independentemente do que possam dizer, são 20 anos a pensar pela minha cabeça. Quero um dia olhar para trás e perceber o percurso que fiz a pensar pela minha cabeça."

O Benfica, líder da I Liga, com 27 pontos, defronta no sábado o Santa Clara, oitavo colocado, com 13, no Estádio de São Miguel, a partir das 17:00 (18:00 em Lisboa), em jogo da 11.ª jornada da prova.