Portugal
"Benfica teve receio de me contratar devido ao que aconteceu com Fehér"
2019-06-15 21:30:00
Egípcio diz que esteve perto de assinar pelas águias

Hassan é um dos nomes que figura na lista de convocados do Egito para o Campeonato Africano das Nações (CAN), depois de ter falhado a presença no Mundial'2018. Em entrevista ao The Guardian, o avançado, ainda ligado ao SC Braga, compara a mágoa provocada pela ausência da maior prova de seleções de futebol à transferência falhada para o Benfica, relacionada com um problema cardíaco que deixou os encarnados receosos. 

"Fui diagnosticado com um pequeno problema que tenho desde nascença. Fui submetido a uma operação naquela altura e o Benfica tinha tido um problema com um jogador que morreu em campo [Fehér, em 2004]. Eles tiveram receio e as negociações não avançaram, mas não era nada sério. Foi uma pequena cirurgia e tudo ficou normal depois disso. Assinei pelo Braga e continuou tudo bem comigo e com a minha vida", conta o avançado. 

"É um sentimento diferente quando recebes uma proposta de uma grande equipa e foi sempre o meu sonho jogar num dos grandes emblemas da Europa, mostra que estás a fazer as coisas bem. Mas eu nunca estou satisfeito e isso é algo normal num profissional de futebol que quer chegar ao topo. Eu quero sempre mais, quero chegar lá acima", acrescentou Hassan. 

Agora concentrado na seleção do Egito, Hassan olha para Salah como um "exemplo a seguir" e considera o compatriota "um dos melhores jogadores do mundo". 

"Salah é como um irmão para mim, conhecemo-nos desde crianças, fomos companheiros nas seleções sub-16 e sub-17, por isso conheço-o muito bem. É uma pessoa muito humilde, um exemplo para mim e para todos os egípcios. É uma grande sensação jogar com um dos melhores jogadores do mundo da atualidade", remata. 

Hassan destacou-se ao serviço do Rio Ave em 2014, época em que apontou 15 golos. Apesar do interesse do Benfica, mudou-se para o SC Braga, onde passou três temporadas. Na última época alinhou no Olympiacos, da Grécia, onde marcou 15 golos em 32 jogos. 

Sê o primeiro a comentar:
Tags: