Portugal
Apanha-bolas acaba a chorar, mas com uma camisola e um cartão amarelo
Redação Bancada
2018-12-03 11:00:00
O certo é que o rapaz saiu dos Barreiros melhor do que entrou.

Nesta jornada, Marítimo e Vitória de Setúbal jogaram no Bonfim, para a Liga Portuguesa. À passagem dos 26 minutos, Hildeberto - agora já só devemos chamar Berto - queria fazer um lançamento lateral e o apanha-bolas demorou a entregar a bola que tinha na mão. O jogador sadino não gostou, repreendeu o jovem, tirou-lhe a bola da mão e deu-lhe um ligeiro empurrão. 

Confusão instalada e o árbitro, Artur Soares Dias, teve de agir. Acalmou o rapaz e Berto quis pedir desculpa pela agressividade para com o jovem. O rapaz, em lágrimas, não aceitou o pedido de desculpas, virando as costas ao jogador do Vitória de Setúbal. 

O certo é que o rapaz saiu dos Barreiros melhor do que entrou e as lágrimas, o empurrão e a discussão até podem ter valido a pena. É que não só levou para casa a camisola de Hildeberto, como levou também um, logo ao intervalo, um dos cartões amarelos de Artur Soares Dias, que fez questão de o oferecer ao rapaz. 

Veja o vídeo da discussão e Berto com o apanha-bolas.

Sê o primeiro a comentar: