Prolongamento
Vitória lembra carisma de Neno e passagem pelo clube sadino
Redação
2021-06-11 13:10:00
“Neno era, sem dúvida, uma figura carismática e emblemática do futebol nacional", dizem vitorianos

O Vitória de Setúbal, clube que Neno representou em 1987/88, lamentou hoje a morte do antigo guarda-redes, vitimado na quinta-feira por doença súbita, aos 59 anos.

“Neno era, sem dúvida, uma figura carismática e emblemática do futebol nacional e o mundo ficou mais pobre com a sua partida. Até Sempre, Neno!”, assinalou o clube.

Na mesma nota, de condolências à família, amigos e colegas no Vitória de Guimarães, o clube lembra a passagem de uma época do guarda-redes pelo emblema sadino, quando tinha 25 anos.

O antigo internacional português Neno morreu na quinta-feira, aos 59 anos, informou o Vitória de Guimarães, clube em que o guarda-redes jogou e onde acabou a carreira, tendo depois sido treinador de guarda-redes e dirigente do clube vimaranense.

Nascido na Cidade da Praia, em Cabo Verde, Neno ganhou três campeonatos e três Taças de Portugal pelo Benfica, além de uma Supertaça pelo Vitória de Guimarães.

Formado no Barreirense, Neno passou por Vitória de Guimarães, Benfica e Vitória de Setúbal e, ao serviço da seleção portuguesa, fez nove encontros, entre 1989 e 1996.