Prolongamento
"Vieira deu de comer na mão a alguns e agora estão a sugerir que não se defenda"
2022-06-08 09:40:00
"Quem é que não se sentia ferido com essas atitudes? Alguém? A obra está lá. Foram 19 anos de dedicação", diz Octávio

Luís Filipe Vieira confessou estar magoado com o discurso que Rui Costa leu quand, há sensivelmente um ano, assumiu de forma interina os destinos do Benfica, quando o antigo presidente foi detido pelas autoridades no âmbito do processo Cartão Vermelho. Luís Filipe Vieira critica Rui Costa por ter lido aquele discurso, feito no relvado do Estádio da Luz, e diz que espera por um pedido de desculpa por parte do agora líder das águias.

"Quem não se sente não é filho de boa gente e acho que o discurso que o Rui Costa fez na sua entrada, estando eu detido, foi muito incorreto", assumiu Luís Filipe Vieira, em declarações na CMTV, destacando que esperava por uma chamada do atual líder das águias. "Se me tivesse feito um telefonema a pedir desculpa, porque ele sabe o que eu trabalhei para o Benfica".

O antigo presidente das águias deixou ainda claro que sabe que "não foi ele [Rui Costa] que fez aquele discurso". "Sei quem foi, um antigo dirigente do Benfica, se eu tivesse no lugar dele recusava-me a ler aquilo", salientou Luís Filipe Vieira, lamentando ainda que lhe peçam para se manter em silêncio.

A respeito desta situação, Octávio Machado, antigo treinador de FC Porto e Sporting, diz que se trata de um exercício de "hipocrisia" quando se pede silêncio a Luís Filipe Vieira.

"Assisti ao maior exercício de cinismo e hipocrisia que alguma vez tinha assistido. Vergastaram um homem durante um ano que tem uma obra enorme no Benfica. E pedirem-lhe para estar calado é qualquer coisa de uma hipocrisia tremenda", afirmou Octávio Machado, defendendo o antigo presidente encarnado.

"Que se coloquem do lado de um homem que tem 19 anos da sua vida dedicados a uma instituição", desafiou Octávio Machado, em declarações na CMTV.

O antigo treinador de leões e dragões, que trabalhou com Jorge Jesus no Sporting, há poucos anos, disse ainda que Vieira deu "de comer na mão" a algumas figuras que agora pedem o seu silêncio.

"Um homem que tem 19 anos dedicados a uma instituição, que agarrou nela em situação muito difícil, que a transportou para patamares elevados, que deu de comer na mão a alguns e agora estão a sugerir que não se defenda? Nem sequer estiveram preocupados com a presunção de inocência? Tudo serviu para descredibilizar? Quem é que não se sentia ferido com essas atitudes? Alguém? Quem não se sente não é filho de boa gente. A obra está lá. Foram 19 anos de dedicação."

Octávio Machado referiu ainda que, se estivesse na situação de Luís Filipe Vieira, também quereria falar sobre algumas situações. "Eu senti-me muito mal e teria que desabafar", disse Octávio Machado, avisando ainda Rui Costa para que "tenha cuidado" em relação às pessoas que o rodeiam.