Prolongamento
"Varandas é médico mas tem comportamentos de incendiário"
2022-02-15 12:30:00
Antigo vice-presidente do FC Porto diz que líder do Sporting quis "provocar" portistas

Frederico Varandas está a ser fortemente criticado por portistas na sequência dos episódios ocorridos após o clássico do Estádio do Dragão entre FC Porto e Sporting. O presidente do emblema lisboeta não é poupado nas críticas, por exemplo, do ex-dirigente José Guilherme Aguiar, antigo vice-presidente de Jorge Nuno Pinto da Costa no FC Porto. 

"Verificaram-se situações inaceitáveis e vergonhosas. Os jogadores de ambas as equipas perderam a cabeça, apesar da tentativa dos treinadores apaziguar", começou por salientar José Guilherme Aguiar, sendo que, para este antigo vice-presidente do FC Porto, o comportamento de Frederico Varadas merece reprovação.

De resto, José Guilherme Aguiar não compreende o comportamento do presidente verde e branco Frederico Varandas após o clássico entre dragões e leões. Este diz que assistiu a um episódio de "provocação" por parte do máximo responsável dos campeões nacionais.

"Vimos aquela peça fantástica de provocação do presidente do Sporting", lamentou o antigo dirigente do FC Porto, fazendo notar que Frederico Varandas "é médico mas tem comportamentos de incendiário".

Nesse sentido, não cala a sua indignação. "Não tem educação e essa não se compra", atirou Guilherme Aguiar, em declarações ao jornal Record, onde José Fernando Rio, antigo candidato à presidência do FC Porto, também criticou o comportamento do líder verde e branco.

Para José Fernando Rio, Frederico Varandas fez um "ataque de baixo nível" a Jorge Nuno Pinto da Costa e ao FC Porto que nem as eleições do Sporting justificam, no entender de José Fernando Rio.

"Sei que há uma campanha eleitoral em curso, mas isso não pode justificar tudo", completou José Fernando Rio, posicionando-se ao lado da estrutura azul e branca nesta questão.

Em relação às declarações de Frederico Varandas e ao episódio que este se queixa de que foi vítima nas garagens do Estádio do Dragão, acusando Sérgio Conceição, Vítor Baía e Rui Cerqueira (assessor de imprensa portista) de lhe fazerem uma 'espera', já o antigo capitão dos azuis e brancos Rodolfo Reis tinha assumido que o presidente leonino deverá merecer condenação por parte dos portistas para sempre. "O Varandas merece alguma consideração do FC Porto? Zero. Absolutamente zero", disse o antigo futebolista Rodolfo Reis.

"Frederico Varandas pensou que chegava como capitão do Exército e que andou em Kandahar", ironizou o antigo líder do balneário azul e branco, com referências ao passado militar do agora presidente do clube de Alvalade, que chegou a estar em zona de guerra no Afeganistão a representar Portugal.