Prolongamento
“Se Vieira pudesse concorrer às eleições ganhava ao Rui Costa de goleada”
2021-09-20 12:30:00
Mendes não acredita que os sócios tenham esquecido obra do ex-presidente do Benfica. E crê que a maioria está com Vieira

Os sócios do Benfica foram convocados para escolher novos corpos sociais, com as eleições marcadas para o dia 09 de outubro, um ano depois de Luís Filipe Vieira ter sido reconduzido no cargo. O anterior líder dos encarnados renunciou à presidência em 15 de julho último, após ter sido eleito pela primeira vez para o cargo em 2003 e ter-se tornado no presidente com mais tempo na liderança do Benfica.

Luís Filipe Vieira foi um dos quatro detidos no processo Cartão Vermelho, que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do clube e Novo Banco. O antigo futebolista Rui Costa, antigo administrador da SAD e vice-presidente na direção de Vieira, assumiu a liderança do clube e da SAD.

As eleições para os órgãos sociais do Benfica só têm um candidato, que é Francisco Benítez. João Noronha Lopes afastou-se de uma eventual candidatura na semana passada. O atual presidente, Rui Costa, ainda não tomou qualquer posição oficial, mas deve apresentar-se a votos.

Fernando Mendes acredita que o ‘maestro’ vai ser reconduzido no cargo, desta vez legitimado como presidente da direção - e não como vice-presidente -, mas tem uma teoria curiosa: se Luís Filipe Vieira se candidatasse, seria de novo presidente do Benfica.

“Luís Filipe Vieira tem consciência de que uma grande maioria não se esquece do que ele fez pelo Benfica. Umas bocas toda a gente leva. Já ele levava quando estava no camarote presidencial, já levava nas assembleias... São situações perfeitamente normais, há sempre pessoas que estão descontentes”, enquadra o antigo futebolista, num comentário às eleições do Benfica, na CMTV.

Para Fernando Mendes, Luís Filipe Vieira não perdeu o reconhecimento dos sócios, não obstante os processos judiciais em que está envolvido. “Ele tem mais do que crédito para ir às eleições do Benfica. Atrevo-me a dizer que se Luís Filipe Vieira pudesse concorrer às eleições ganhava ao Rui Costa de goleada. Ele ganhava as eleições outra vez, agora”, considera o antigo futebolista.

Dadas as circunstâncias, com João Noronha Lopes a anunciar que não se apresenta a votos, Rui Costa tem via aberta para vencer as eleições - até porque conseguiu atingir os objetivos a que se propôs e o Benfica está a conseguir o que os adeptos mais valorizam – as vitórias da equipa de futebol.

Porém, Fernando Mendes entende que a presidência de Vieira era centrada no líder da direção. O ex-futebolista duvida de que o anterior presidente esteja tranquilo com a sucessão de Rui Costa.

“O que eu tiro é que Vieira é que mandava em tudo, os outros eram meros empregados dele. Ele sabe a capacidade que estas pessoas têm. E não vê capacidade para gerirem o Benfica. Os que estiveram lá ao longo destes anos todos estavam lá porque interessava a Vieira. Se contavam para alguma coisa? Não acredito”, realça Mendes.