Prolongamento
"Rui Pedro Braz é grato a Vieira. Entidade à qual deve lealdade é ao Benfica"
2021-11-18 12:50:00
Diretor do futebol benfiquista chegou à Luz 'pela mão' do antigo presidente

A posição de Rui Pedro Braz tem sido questionada mas Diamantino Miranda sai em defesa do responsável pelo futebol encarnado, destacando que o dirigente benfiquista está alheio a notícias que têm saído sobre o seu papel na estrutura. "O Rui Pedro Braz está focado na proteção do treinador, da equipa e do presidente", segundo garante Diamantino Miranda, certo de que, no ano passado como agora, na altura sobre Tiago Pinto, também surgiram notícias que mais tarde se revelariam ser "mentira".

"O ano passado, por esta altura, quando os resultados não eram bons no Benfica começou-se a dizer muita coisa de Tiago Pinto. Depois veio-se a confirmar que era mentira. Pode estar a passar-se o mesmo agora sobre Rui Pedro Braz", admite Diamantino Miranda, defendendo o responsável pelo futebol das águias, sublinhando que este entrou no clube pela mão de Luís Filipe Vieira mas deve "lealdade" à instituição apenas.

"A única entidade à qual Rui Pedro Braz deve lealdade é ao Benfica. Eu sei que ele é grato a Luís Filipe Vieira. A lealdade que tem que ter é com o Benfica e não é com mais ninguém", afirmou Diamantino Miranda.

O antigo jogador das águias abordava a questão dos fisioterapeutas do Benfica que, segundo algumas notícias vindas a público nos últimos dias, terão sido impedidos de cuidar de Vieira por terem contrato com a SAD benfiquista, por indicação de Rui Pedro Braz, coisa que Diamantino Miranda tem reservas que assim tenha acontecido.

"Luís Filipe Vieira já não é presidente do Benfica. É um sócio igual a qualquer outro. É um sócio que se pode dizer notável mas havia muita gente aqui e em outros lados que não gostava desta palavra notável. É uma pessoa com alguma relevância", observou, prosseguindo com o seu pensamento a respeito deste tema.

"A mim não me fere nada que as pessoas, os fisioterapeutas, que são meus amigos e do Luís Filipe Vieira, fossem a casa dele fazer os tratamentos fora do horário de trabalho [no Benfica]. Mas há uma coisa que eu também compreendo e percebo. Por toda a desestabilização que tem existido nos últimos tempos a nível de muita coisa que se passa no Benfica acho que até é uma medida de proteção para o próprio Luís Filipe Vieira e até para os fisioterapeutas".

Em declarações na CMTV, Diamantino Miranda destacou ainda ter dúvidas de que a ordem de proibição aos fisioterapeutas tenha saído da cabeça de Rui Pedro Braz. 

"De qualquer das maneiras, quero dizer que quando se fala de uma pessoa, que é o Rui Pedro Braz, eu duvido que não consiga dormir por aquilo que se vai falando. Tenho dúvidas de que tenha sido Rui Pedro Braz, para não dizer que tenho a certeza, que tenha proibido a ida dos fisioterapeutas. Acho que o Rui Pedro Braz não tem esse poder."

A decisão surgiu numa altura em que o Benfica tenta blindar o balneário para as batalhas que se avizinham, tentando evitar que existam digas de informação dentro dos muros da Luz. "A fuga de informação pode partir do roupeiro, dos treinadores, de qualquer lado, de dirigentes", admitiu Diamantino Miranda.