Prolongamento
"Quando Jesus ganha todos acham bem como discursa, como fala antes e depois"
2021-11-08 10:00:00
"É inacreditável como não queremos ver isto. O Jesus é o mesmo. O Jesus não mudou", diz Peseiro

O ambiente tem sido 'pesado' para os lados da Luz com Jorge Jesus a enfrentar, desde que voltou na época transata, alguma desconfiança por parte dos adeptos, até porque falhou todos os objetivos traçados para a temporada 2020/21. Agora, na edição 2021/22, as coisas até começaram da melhor forma, com o Benfica a garantir o apuramento para a fase de grupos da Champions e a angariar uma vantagem na frente do campeonato que, porém, foi perdendo nas últimas semanas, vendo os rivais FC Porto e Sporting na frente.

À margem dos resultados, que não têm aparecido como os adeptos desejam, salvo a goleada ao SC Braga, na Luz, em noite de gala de figuras como Everton Cebolinha, Rafa, Darwin e até do jovem estreante Paulo Bernardo, alguns alegados problemas foram saindo em alguma comunicação social.

Jorge Jesus falou em notícias "plantadas" cujo objetivo este reconhece. "Claro que é intencional, no sentido de dividir o grupo e os benfiquistas, de os pôr a pensar coisas que não existem". O treinador referia-se a uma notícia do Expresso, na quinta-feira, segundo a qual o defesa argentino estaria “cansado do tom” do treinador e teria "ameaçado sair se não houver mudança de comportamento” por parte do técnico. Coisa que Otamendi já desmentiu.

Para José Peseiro, é necessário perceber e conhecer Jorge Jesus para trabalhar com ele. "Quando Jesus ganha todos acham bem como discursa, como fala para a rádio, antes, depois do jogo e como fala para os jogadores", comentou José Peseiro, realçando que "o Jorge Jesus é o mesmo".

"Os nossos olhos é que estão diferentes. É inacreditável como não queremos ver isto. O Jorge Jesus é o mesmo. O Jorge Jesus não mudou, é o mesmo, gostem ou não", sustentou o antigo treinador de Sporting e FC Porto, entre outros emblemas.

Para José Peseiro, os adeptos devem ter noção daquilo que Jorge Jesus representa no futebol nacional, não esquecendo alguns casos onde já se viu envolvido.

"Já vimos coisas do Jesus que, bem, não vale a pena... com colegas, com jogadores. É a forma dele", salientou José Peseiro, referindo que se vem fazendo ultimamente um "filme". "O filme que se está a fazer por aí é o filme dos resultados", considerou José Peseiro, aludindo aos resultados do Benfica no último mês, que levou a águia a 'cair' do primeiro lugar da tabela classificativa.

"Já ouvi dizer que era o treinador que melhor comunicava mesmo não tendo um português correto. E agora? Gozam", refere José Peseiro, sublinhando que os treinadores entendem os momentos e sabem que "as derrotas são mais difíceis".

Em declarações na A Bola TV, José Peseiro entende que Jorge Jesus, para não terminar esta época como a última, na qual nada conquistou, tendo falhado todos os objetivos, precisa de ter uma "estrutura forte para ajudar".