Prolongamento
"Prefiro nem comentar estas coisas do Jesus. Pena não estar na lista do PSG"
2022-06-13 12:55:00
"Eu acho que não é uma resposta [de Jesus ao Benfica]", diz ex-vice das águias

Jorge Jesus já trabalha na Turquia ao serviço do Fenerbahçe e o antigo treinador do Benfica está a criar a sua estrutura para atacar a época 2022/23 no emblema de Istambul. O treinador português tenta virar o Fenerbahçe para o caminho dos triunfos e, ao mesmo tempo, espera apostar em alguns jovens da formação do emblema turco.

António Figueiredo, antigo vice-presidente do clube da Luz, considera que não se trata de uma resposta ao Benfica, dado que o técnico foi criticado por não apostar na formação do emblema benfiquista, coisa que o treinador e seus defensores já, em variadas ocasiões, desmistificaram.

"Eu acho que não é uma resposta", afirmou António Figueiredo, realçando que o interesse de Jorge Jesus num alto funcionário da formação do Benfica até pode existir mas caberá ao colaborador das águias decidir se quer acompanhar ou não o treinador.

De acordo com a imprensa, Jorge Jesus pretende reformular o futebol de formação do Fenerbahçe e conta para tal com o currículo de um alto funcionário da formação encarnada que, recentemente, conquistou a UEFA Youth League.

"Para o Jorge Jesus tem a colaboração deste funcionário do Benfica terá que ter o acordo dele. Ele é que vai decidir também se quer ir para a Turquia, se quer continuar o bom trabalho que tem desenvolvido no Benfica", comentou António Figueiredo.

Por outro lado, o antigo dirigente das águias disse que prefere não comentar mais nada sobre o antigo treinador encarnado. "De resto, estas coisas do Jorge Jesus eu até prefiro nem as comentar", disse António Figueiredo, que falava no canal de televisão CMTV, onde deixou ainda uma frase enigmática.

"Tenho pena ele não esteja na lista do Paris Saint-Germain", concluiu o antigo vice-presidente do emblema lisboeta António Figueiredo.

Jorge Jesus regressou ao Benfica para uma segunda passagem em 2020, ainda com Luís Filipe Vieira como presidente, tendo prometido colocar a equipa da Luz a "jogar o triplo" e a "arrasar".

Porém, na época 2020/21 o Benfica nada conquistou, tendo terminado em segundo lugar da classificação. Na temporada 2021/22, Jorge Jesus continuou no emblema encarnado mas a sua saída precipitou-se em dezembro de 2021, na sequência dos maus resultados do Benfica. O clube já liderado por Rui Costa afastou Jorge Jesus e a equipa técnica, promovendo a subida de Nélson Veríssimo para o cargo de treinador até final dessa época.

Agora, Jorge Jesus chegou a entendimento com o Fenerbahçe, aventurando-se numa liga que já contou com vários nomes nacionais no comando técnico de emblemas desse país como Vítor Pereira ou Carlos Carvalhal.