Prolongamento
"Pisão quando é jogador do Apito Dourado nem falta é, e do Mala Ciao é amarelo"
2022-01-13 22:20:00
"A culpa tem sujeito, tem dono, é mesmo da roubalheira da arbitragem nacional", diz presidente do Grupo Stromp

As arbitragens continuam na mira leonina e o desagrado é bem patente em Alvalade nas palavras do presidente do Grupo Stromp que, através do site oficial dos leões, faz questão de deixar um forte ataque contra o trabalho dos árbitros, apelidando mesmo o setor, em Portugal, de ser "triste". As palavras do sportinguista Tito Arantes Fontes são particularmente duras para com os árbitros nacionais mas, ao mesmo tempo, também com os rivais leoninos.

Levando em conta atuações recentes dos árbitros e dos videoárbitros, Tito Arantes Fontes acusa ainda as arbitragens de alterarem os critérios "conforme as 'cores das camisolas'". "Pobre e triste arbitragem portuguesa, que, é preciso dizer bem alto, mudam conforme as 'cores das camisolas'", criticou o responsável pela associação que tem uma tradição antiga no emblema de Alvalade.

Para sustentar o desagrado apresentado através do site oficial dos leões na Internet, o presidente do Grupo Stromp, Tito Arantes Fontes, socorre-se do exemplo do "famoso 'pisão'" durante as partidas que tem, a seu ver, "três diferentes valorações" para os árbitros portugueses.

"Quando é jogador do 'Apito Dourado' nem falta é. Quando é jogador do 'Mala Ciao' umas vezes não é falta e noutras até pode ser, sendo que, no máximo, é punido com cartão amarelo", escreveu Tito Arantes Fontes, realçando que idênticas situações com jogadores do Sporting têm outro tipo de interpretação por parte de árbitros e do VAR.

"Quando é jogador do Sporting tudo muda", lamentou, dizendo mesmo que "o despudor é total". "Se o VAR chama, ui, o árbitro 'vai ver', muda o cartão e é encarnado, expulsão".

Para o presidente do Grupo Stromp "isto é a pouca vergonha da arbitragem nacional", ou, por outras palavras, e "melhor dito" trata-se de "nenhuma vergonha".

Por outro lado, Tito Arantes Fontes realça que é simples para que se percebam estas indicações. "Para quem quer ver e tem 'olhinhos' na cara. Como nós, sportinguistas, temos", assinalou o responsável pelo Grupo Stromp, aumentando o tom das críticas e a dureza das palavras.

"A culpa tem sujeito, tem dono, é mesmo da roubalheira da arbitragem nacional", acusou Tito Arantes Fontes, exigindo que "tenham vergonha" na arbitragem portuguesa.

A propósito deste tema, o presidente do Grupo Stromp aproveitou para fazer a ligação com o ranking de disciplina do campeonato, na primeira volta da competição, que indica que o Benfica é a equipa mais disciplinada do campeonato, seguido do FC Porto, segundo classificado neste capítulo.