Prolongamento
"Pinto da Costa vai em 40, sublinho 40, anos e nada o tira de lá"
2022-03-09 11:20:00
"No Sporting o recordista no cargo é João Rocha e saiu pelo seu pé", diz ex-dirigente Henrique Monteiro

Frederico Varandas foi a eleições no Sporting e acabou reeleito até 2026 com 85,8 por cento dos votos dos associados leoninos. O presidente verde e branco continua no cargo mas já assegurou que não se quer prolongar muito mais no cargo. "Muito mal estaria o Sporting se estivesse aqui um presidente 40 anos", disse Frederico Varandas, em palavras que foram entendidas como uma mensagem em direção à região nortenha, onde Pinto da Costa se prepara para chegar aos 40 anos de liderança no FC Porto.

Henrique Monteiro, antigo dirigente do Sporting, sublinha que no emblema de Alvalade as direções costumam ter períodos de vigência mais curtos em comparação com os rivais, lembrando mesmo que João Rocha, um dos mais carismáticos presidentes da história do Sporting (hoje dá nome ao pavilhão das modalidades leoninas) ficou mais de uma década no cargo mas saiu por sua própria iniciativa.

"O que admira é que, se no Sporting o recordista no cargo é João Rocha (13 anos), e saiu pelo seu pé", lembra Henrique Monteiro, destacando que o mesmo não se tem verificado nos clubes rivais.

"No Benfica, Luís Filipe Vieira já ia quase em 18 anos e viu-se obrigado a sair devido ao Ministério Público o envolver num processo judicial. Mas, no FC Porto, Pinto da Costa vai em 40, sublinho 40, anos e nada o tira de lá", assinala o antigo dirigente do Sporting Henrique Monteiro, em artigo de opinião que assina nas páginas do jornal A Bola.

Por outro lado, Henrique Monteiro refere que o Sporting tem de mostrar ao país que é um exemplo de "democracia" e não apenas um emblema que visa a competição desportiva.

"O Sporting é um clube que tem de ganhar competições; mas é muito mais do que isso — deve ser um exemplo de organização, disciplina e democracia".

No discurso de vitória, Frederico Varandas disse que espera que o Sporting encontre estabilidade nos próximos tempos para lutar contra os rivais FC Porto e Benfica.

"Temos de tornar o Sporting capaz de vencer mais constantemente. Muito foi feito para nos aproximarmos. Temos dois rivais muito fortes, que gozam de estabilidade e ainda têm vantagem competitiva. Espero que tenham menos daqui a quatro anos", afirmou o presidente do Sporting Frederico Varandas. 

O atual líder do conjunto verde e branco superou nas urnas os concorrentes Ricardo Oliveira, que concorria pela lista B, e Nuno Sousa, da lista C. Oliveira obteve 2,95 por cento, enquanto que Sousa teve 7,3 por cento dos votos dos sportinguistas.