Prolongamento
"O Frederico não mente. Conceição não é um exemplo de pessoa civilizada"
2022-05-20 10:45:00
"Alguém acha estranho o Conceição dizer estas palavras? Isto cola perfeitamente no personagem", diz ex-dirigente leonina

O campeonato terminou, o FC Porto foi campeão e o Sporting ficou no segundo lugar mas fora das quatro linhas a temporada 2021/22 ainda promete continuar a dar que falar, nomeadamente em relação aos desacatos verificados na garagem do Estádio do Dragão, após o clássico da I Liga entre dragões e leões, que terminou empatado.

O Sporting queixou-se ao Conselho de Disciplina de que o presidente Frederico Varanda foi abordado, alegadamente, por elementos do FC Porto e depois até perdeu a carteira e o telemóvel. Sérgio Conceição, Vítor Baía e Rui Cerqueira (assessor de imprensa do plantel principal) negaram as acusações feitas pelo Sporting na queixa apresentada e o processo corre os trâmites legais agora.

Rita Garcia Pereira, advogada e antiga dirigente do Sporting, nota que as versões que Sérgio Conceição tem dado não estão a 'bater certo' umas com as outras.

"Trinta segundos não pode ter estado Sérgio Conceição. Ele umas vezes diz que esteve 30, em outras diz que não esteve, que ninguém o viu, etc. Trinta segundos não pode ter estado pelo simples facto de que ele foi identificado e demora mais tempo a ser identificado. Primeiro ponto. Essa parte não pode ser verdade", afirmou a advogada, realçando, por outro lado, que nada de estranho existe no auto da PSP em relação aos acontecimentos.

"Não há nada de estranho nas horas do próprio auto", explicou Rita Garcia Pereira, justificando que os autos da polícia ficam datados com as horas a que terminam de ser redigidos pelas autoridades.

Além disso, Rita Garcia Pereira diz que o perfil de Frederico Varandas e o perfil de Sérgio Conceição permitem tirar conclusões a respeito do que poderá ter acontecido na garagem do Estádio do Dragão.

"Eu reconhecendo e não sendo uma adepta incondicional de Frederico Varandas reconheço-lhe qualidades e uma delas é não mentir. Há uma incongruência na própria versão do Sérgio Conceição, que ora diz que não esteve e que não viu, ora a fazer fé no que estavam a dizer, diz que esteve 30 segundos. Trinta segundos não pode ter estado, vamos ser claros. Tem que ter estado mais tempo. Estas palavras dizem-se efetivamente em 30 segundos mas ele próprio é que diz que só lá esteve 30 segundos. Honestamente, com o perfil de Sérgio Conceição e com o perfil de Frederico Varandas é uma questão de convicção minha de que o Frederico [Varandas] não mente", afiançou a antiga dirigente dos leões.

Em declarações na CMTV, Rita Garcia Pereira diz que Frederico Varandas "pode ter muitos defeitos, dificuldades de comunicação mas não lembra a ninguém que fosse inventar uma coisa destas. Com que intuito e com que objetivo?", interroga a advogada, acreditando na versão leonina.

"E depois, efetivamente, alguma coisa ali se passou e, efetivamente, Frederico Varandas ficou sem o telemóvel", disse Rita Garcia Pereira, certa de que os relatos sportinguistas a respeito do que, alegadamente, Sérgio Conceição poderá ter feito "colam".

"Alguém acha estranho que o Sérgio Conceição possa dizer estas palavras? É que, para mim, isto cola perfeitamente no personagem", acrescentou a antiga dirigente verde e branca, fazendo notar que o presidente do Sporting não ganharia nada em inventar esta história.

"O Frederico não ganhava nada com isto e, por outro lado vamos lá ver, as pessoas que não foram atingidas e não foram ofendidas são testemunhas. É essa a qualidade em que figuram".

Por outro lado, Rita Garcia Pereira reconhece que não foi bom o relatório ser tornado público sem que as pessoas do FC Porto fossem ouvidas. Mas realça que as figuras do FC Porto na hora da vitória e da derrota "não é a melhor".

"Eu não acho bem que saia um relatório da Comissão Disciplinar sem se ouvir a versão do FC Porto. Acho isto um bocado incrível. Não acho que o relatório deva ser produzido sem haver contraditório. Mas dito isto, não tenho a menor dúvida que aquilo que o Sporting disse é o que deve ter acontecido. A postura do FC Porto quer quando ganha quer quando perde não é, às vezes quando ganha principalmente, a melhor e Sérgio Conceição não é um exemplo de uma pessoa civilizada, isto idenpendentemente das qualidades técnicas que tenha como treinador", salientou Rita Garcia Pereira, insistindo não compreender como é que Varandas poderia estar a mentir num caso destes.

"Não vejo o porquê de o Frederico [Varandas] haveria de mentir, até pelo perfil dele. Não acredito que o tenha feito. Não acredito que tenha colocado funcionários do Sporting a mentir de arrasto", concluiu.