Prolongamento
"Nem o Papa vai dar um jeito no Benfica"
2022-01-31 18:30:00
"Sempre disse que o Benfica é um vulcão adormecido", refere Isaías

E agora Benfica? Esta é a questão que muitos sócios, adeptos e simpatizantes fazem relativamente ao futuro do clube encarnado, que entra na ponta final da temporada com vários pontos de atraso em relação à liderança do FC Porto, já afastado da Taça de Portugal e derrotado na Taça da Liga. O emblema liderado por Rui Costa tem ainda, por outro lado, a presença garantida nos oitavos de final da Liga dos Campeões e tentará, quanto for possível trepar na classificação no que ao campeonato diz respeito.

Deste modo, o momento é delicado na Luz e há quem entenda que o pós-Luís Filipe Vieira tem sido e será ainda difícil de ultrapassar no clube benfiquista. "Toda a gente sabe o que se tem passado no Benfica nos últimos anos", aponta Isaías, antevendo que "nem o Papa vai dar um jeito" na atual situação benfiquista.

Para o antigo camisola 11 encarnado, "há uma confusão enorme" no Benfica e a culpa está bem identificada por aquele que ficou conhecido, entre os adeptos, como o 'profeta'. "A última direção deixou um problema tão grande que ninguém conseguirá resolvê-lo em poucos dias", indica o brasileiro, que em 2020 apoiou João Noronha Lopes.

Assim, em declarações no jornal Record, Isaías entende que "os problemas" deste atual Benfica "vêm do interior da casa" e espera que a solução possa ser encontrada.

Até porque, diz Isaías, o Benfica tem de acordar. "Sempre disse que o Benfica é um vulcão adormecido", conferiu o antigo atacante benfiquista, fazendo notar, ainda assim, que ainda levará algum tempo até que o clube da Luz possa reencontrar-se com o caminho do sucesso que Isaías gostaria de ver chegar ao Benfica o quanto antes.

O emblema lisboeta, agora liderado por Rui Costa, enfrenta tempos de mudança, depois da saída de Luís Filipe Vieira, que foi detido no âmbito do processo Cartão Vermelho.

No verão, Luís Filipe Vieira acabou por abdicar da presidência do Benfica, tomando Rui Costa o seu lugar, primeiro de forma interina, e, depois, submetendo-se a eleições, que venceu de forma esmagadora.

Ainda assim, a paz não voltou ao Benfica que, a nível desportivo, tem vindo a viver problemas, nomeadamente na equipa de futebol principal, onde Jorge Jesus, muito contestado pelos adeptos, acabou por deixar o comando técnico, embora continue a ser pago pelo clube benfiquista até que encontre novo clube ou termine o contrato, em junho de 2022.

Atualmente, Nélson Veríssimo é o treinador da equipa principal mas os resultados não têm sido aqueles que os benfiquistas desejariam e gostariam que a equipa tivesse.