Prolongamento
"Já cá não estarei para ver o Sporting ultrapassar o Benfica nos títulos"
2021-11-22 14:55:00
"Quem não está muito atento é capaz de achar que é um campeonato como hoje se joga", diz Diamantino

Cresce a expectativa dos sportinguistas em relação à questão do número oficial de títulos de campeão nacional reconhecidos pela Federação Portuguesa de Futebol. O tema vai-se arrastando ao longo dos anos mas Fernando Gomes, líder da FPF, já admitiu que gostaria que o tema ficasse resolvido o quanto antes.

Até lá, em Alvalade vai-se defendendo a lógica de que o leão já foi campeão em 23 ocasiões, quando oficialmente, pelo menos para já, a FPF reconhece 19 títulos de campeão. Certo é que o tema, que começou a ganhar dimensão no mandato de Bruno de Carvalho, está na FPF para ser avaliado e nos próximos meses é esperada uma decisão.

Diamantino Miranda, antigo jogador internacional português, rejeitou a ideia de que, enquanto benfiquista, lhe incomode o facto de o Sporting ter a possibilidade de passar a ter no seu palmarés 23 títulos de campeão nacional português e ficar assim mais próximo do Benfica, que contabiliza 37 campeonatos nacionais conquistados.

"A mim não. Não me causa prurido absolutamente nenhum. Brincando com esta situação, mesmo assim, já não estarei cá com certeza absoluta para ver o Sporting ultrapassar o Benfica nos títulos. Não me causa prurido absolutamente nenhum", insistiu Diamantino Miranda, lembrando que, se for dada razão aos historiadores do Sporting, também outros emblemas, como o FC Porto, vão ter reconhecimento de provas conquistadas.

"E o Carvalelinhos, o Olhanense, o Belenenses e por aí fora", disse Diamantino Miranda, em declarações na CMTV, acabando por se prolongar sobre o "caricato" que a situação levanta, a seu ver.

"Não sei se será legal ou não será legal, se é justo, se não é justo, não vou entrar por aí. Vou entrar pelo lado caricato. Este Campeonato de Portugal começou em 1921/22, duas equipas jogaram uma final, um jogo. Quem foi o terceiro classificado? O quarto? O quinto? E nos anos seguintes quem foram? Houve o caso de equipas que fizeram um jogo num ano."

"No caso do Sporting-FC Porto acho que o Sporting ganhou o primeiro campeonato. Ganha 2-0 em Alvalade e perde 2-1 no Porto e depois houve um terceiro jogo com prolongamento. Um Campeonato Nacional com prolongamentos? Isto é para as pessoas perceberem. Quem não está muito atento é capaz de achar que é um campeonato como hoje se joga. Não eram. Jogávam duas equipas num ano, mais três ou quatro no ano seguinte. Faziam oitavos de final, quartos de final onde nem entravam todas as equipas."

Diamantino Miranda insistiu que não iria debater a legalidade ou não do Sporting em querer que lhe sejam reconhecidos 23 títulos. "Eu não estou a dizer que não é justo. É caricato".

Para concluir este tema, o antigo internacional português fez ainda referência ao troféu que foi entregue, na altura, pela Federação Portuguesa de Futebol. "Há um facto curioso não sei se interessa. A Taça desse campeonato é precisamente igual à Taça de Portugal de hoje. Vale o que vale".