Prolongamento
"Invadíamos a Luz, se acontecesse ao Sporting o que está a acontecer ao Chelsea"
2022-03-11 09:45:00
Dias Ferreira comenta sanções aplicadas pelo governo britânico a Abrahamovic

E se o que está a acontecer ao Chelsea tivesse lugar com um clube português? O antigo dirigente do Sporting Dias Ferreira diz que não compreende como é que os campeões da Europa e do Mundo estão a 'levar por tabela' com as sanções aplicadas pelo governo do Reino Unido a oligarcas russos, por conta da invasão russa ao território da Ucrânia.

"Amanhã pode passar uma coisa grave em Portugal e os adeptos do Sporting desaparecem e ficam os do Benfica", comentou Dias Ferreira, colocando o cenário hipotético, caso algo semelhante tivesse lugar na realidade dos clubes nacionais. "Amanhã há uma medida em Portugal e os sócios do Sporting ficam sem o clube por causa de uma sanção qualquer. Há uma guerra civil em Portugal. Invadíamos o Estádio da Luz. Vamos falar no caso em Portugal. Mas o que é isto?", interrogou o antigo presidente da Mesa da Assembleia Geral do clube leonino.

Por outro lado, o ex-dirigente Dias Ferreira faz notar que os adeptos do Chelsea "vão passar um mau bocado" nos próximos tempos, se estas sanções continuarem a ser aplicadas.

"O Estádio do Chelsea enche com adeptos de quem? São adeptos do Arsenal ou do Liverpool que lá vão assistir aos jogos? De quem são? São do Chelsea. Há adeptos. Porque razão os adeptos do Chelsea são tratados como não são tratados os dos outros clubes? Vão passar um mau bocado."

Na sequência desta invasão programada por Vladimir Putin, presidente da Rússia, alguns magnatas russos estão a sofrer sanções económicas. Entre eles está Roman Abrahamovic, dono do Chelsea.

O clube londrino sofre consequências e está a enfrentar uma realidade que poucos imaginariam há poucas semanas. Os londrinos passaram de uma situação extremamente confortável financeiramente para dificuldades de tesouraria.

As autoridades britânicas aplicaram uma medida especial que autoriza o Chelsea a gastar cerca de 595 mil euros para organizar jogos em Stamford Bridge. 

Os blues não podem ultrapassar também a barreira dos 23,8 mil euros em deslocações para jogos fora das portas do reduto azul em Londres. 

Ainda a respeito deste tema, em declarações no canal A Bola TV, o ex-dirigente Dias Ferreira destacou que o mundo não está a descobrir quem é Vladimir Putin somente agora.

O antigo dirigente verde e branco Dias Ferreira relata que o atual presidente da Rússia Vladimir Putin tem vindo a tomar decisões e a ter comportamentos que os responsáveis internacionais há muito sabem e conhecem.