Prolongamento
"FPF é servil, parcial, cúmplice da falta de educação e do antidesportivismo"
2022-06-01 14:50:00
Cânticos de Otávio geram indignação na Luz

Otávio é um dos mais recentes internacionais por Portugal mas o médio do FC Porto, nascido no Brasil, tem vindo a ser o centro das atenções na concentração da Seleção Nacional por conta dos cânticos contra benfiquistas que foram partilhados nas redes sociais nas comemorações do título do FC Porto.

João Braz Frade, antigo vice-presidente do Benfica, endurece o tom das críticas na direção da Federação Portuguesa de Futebol, dado que, publicamente, o jogador não reagiu a esta situação até agora. E para o antigo dirigente das águias, a estrutura federativa ao chamar Otávio mostra que é "servil".

"A Federação Portuguesa de Futebol mostrou assim que é servil, parcial, cúmplice da falta de educação e do antidesportivismo", afirma João Braz Frade, dizendo na CMTV, que não percebe como é que a Federação Portuguesa de Futebol convoca o atleta Otávio, um "jogador que insulta o Benfica sem que este tenha pedido desculpa pelos insultos que fez a todos os benfiquistas".

Sobre esta polémica, Fernando Santos não se alongou em muitos comentários e disse que as situações dos clubes não entram no balneário da Seleção Nacional.

"Não me parece que tenha de responder mais alguma coisa", disse Fernando Santos, em declarações aos jornalistas em conferência de imprensa, já depois de João Moutinho, antigo jogador de Sporting e FC Porto, ter assegurado que o ambiente dos clubes não entra no balneário da Seleção Nacional de Portugal.

"Claramente", reiterou Fernando Santos, acrescentando que já é assim desde que assumiu os destinos da principal Seleção portuguesa de futebol.

"Estou aqui desde 2014, nunca tive um momento em que se sentisse clubes cá dentro. Nunca. Portanto, a resposta está dada. O ambiente é o mesmo que sempre foi e vai continuar a ser", vincou Fernando Santos.

Os jornalistas insistiram com o treinador da equipa das quinas mas este insistiu na mesma declaração anteriormente prestada. "A reposta está dada, não vou responder mais, peço desculpa", reiterou o selecionador nacional Fernando Santos.

A propósito desta situação, o antigo vice-presidente do Benfica João Braz Frade já tinha, recorde-se, desafiado Rui Costa, enquanto presidente do clube da Luz, a tomar uma medida enérgica junto de Fernando Gomes e da Federação Portuguesa de Futebol perante os cânticos proferidos por Fábio Cardoso e Otávio durante as comemorações do título conquistado pelos azuis e brancos.

João Braz Frade tinha apelado a Rui Costa para impedir jogadores do Benfica de irem à Seleção Nacional sempre que Otávio for convocado.

Nesta chamada para os próximos compromissos, o Benfica não tem qualquer jogador nos trabalhos de Fernando Santos, sendo que, porém, estão às ordens do selecionador português vários atletas formados na Luz, que nunca esconderam o seu amor ao Benfica como Bernardo Silva ou João Cancelo.