Prolongamento
"É um mau prenúncio quando o Jesus ajoelha. As coisas não costumam correr bem"
2021-11-24 11:15:00
Treinador do Benfica ajoelhou-se no relvado de Camp Nou na sequência de um lance de golo desperdiçado por Seferovic

Benfica e Barcelona empataram a zero em Camp Nou e adiaram as decisões do apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões para a última jornada desta fase de grupos. Porém, o Benfica poderia ter dado um passo decisivo, se Haris Seferovic não tivesse desperdiçado uma soberana ocasião nos descontos.

Depois de fazer a bola passar por cima do guarda-redes do Barcelona Ter Stegen, o helvético atirou ao lado da baliza dos catalães, num lance em que até poderia ter passado a bola a Darwin que tinha a baliza praticamente escancarada. Só que Seferovic optou por ser ele a finalizar o lance e atirou a bola ao lado, acabando por, na sequência desse lance, levar Jorge Jesus ao chão.

Não querendo acreditar naquilo que Haris Seferovic acabara de falhar, Jorge Jesus ajoelhou-se no relvado do Estádio Camp Nou, em Barcelona, num momento que rapidamente se tornou viral, com muitos adeptos a recordarem outro momento marcante com Jorge Jesus de joelhos no relvado, dessa feita no Estádio do Dragão, quando o brasileiro Kelvin marcou nos descontos num clássico que deixou o FC Porto encaminhado para o título, que haveria de conquistar uma semana mais tarde.

Fernando Mendes, antigo jogador de futebol, diz que quando Jorge Jesus se ajoelha não costuma ser bom sinal para o Benfica. "É um mau prenúnico quando ele se ajoelha."

"Quando ele se ajoelhou as coisas não correram lá muito bem", referiu Fernando Mendes, destacando ainda que não compreende como é que Jorge Jesus, no final do encontro, admitiu que não se recorda de ter assistido a um falhanço semelhante ao de Haris Seferovic.

Em simultâneo, quando o suíço falhou o golo e atirou ao lado da baliza dos catalães, muitos adeptos portugueses se recordaram de um falhanço de Bryan Ruiz com a camisola do Sporting num clássico com o Benfica, quando Jorge Jesus era treinador dos leões. Esse lance acabou por ajudar o Benfica a vencer esse dérbi, valendo um golo de Mitroglou, numa temporada na qual o título acabaria por ficar na Luz. 

"Tantos anos de treinador e nunca vi um jogador meu perder uma oportunidade daquelas de golo. Creio que é quase impossível. O futebol é assim, tem destas coisas", disse Jesus, em declarações que Fernando Mendes lamenta.

"Infelizmente, quando é para dar moral ele não dá. O Vlachodimos, por exemplo, tem feito defesas, defesas e defesas e não leva moral", comentou Fernando Mendes, não compreendendo como é que Jorge Jesus disse o que disse sobre o lance de Seferovic.

"Quando é para apontar o dedo... É uma maldade. É inacreditável dizer uma coisa dessas mas o Jorge Jesus é assim", salientou o antigo jogador, em declarações na CMTV, referindo que as pessoas que trabalham com o treinador já o conhecem.

"Ia morrendo, ia-me dando um ataque de coração", comentou Jorge Jesus posteriormente na sala de imprensa quando questionado sobre o momento em que se ajoelhou.