Prolongamento
Confederação Olímpica alemã condena ataque a exposição de desportistas judeus
2020-11-13 09:50:00
Estátuas de acrílico de três atletas judaicos foram destruídas durante a madrugada de terça-feira

A Confederação dos Desportos Olímpicos da Alemanha (CDOA) condenou hoje um ataque de vandalismo cometido contra uma exposição itinerante ao ar livre, na cidade de Bochum, que destaca os feitos de estrelas judaicas do desporto alemão.

Estátuas de acrílico de três atletas judaicos foram destruídas durante a madrugada de terça-feira, num ato que o presidente da CDOA, Alfons Hormann, classificou como “cobarde” e um “ataque a todo o desporto alemão”.

O ataque atingiu as figuras da atleta Lilli Henoch e dos ginastas Alfred e Felix Flatow, mas a estátua de Walther Bensemann, um dos fundadores da Federação de futebol alemã (DFB), já tinha sido danificada nas semanas anteriores, quando o memorial aos primos Flatow foi pichado com inscrições antissemitas.

A exposição itinerante foca-se nas estrelas judaicas do desporto alemão até 1933, ano em que os Nazis começaram a perseguição aos judeus, e de anos posteriores, uma vez que o regime de Adolf Hitler também explorou alguns atletas para contornar uma ameaça de boicote aos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936.

“Condenamos os ataques infames aos importantes memoriais aos nossos camaradas desportistas Lilli Henoch, Alfred e Gustav Flatow e Walther Bensemann. Solidarizamo-nos, também, com as nossas associações-membro DBF e Makkabi Germany e com todos aqueles que promovem ativamente os valores do desporto”, afirmou Alfons Hormann.

A Makkabi Germany é uma federação desportiva criada em 1903 por clubes desportivos judeus da Alemanha, que foi fundadora da confederação mundial Makkabi World Union, em 1921, acabando por ser excluída de todo o desporto alemão, assim como os seus clubes membros, depois de o Partido Nacional-Socialista de Adolf Hitler chegar ao poder.

O ataque foi ainda condenado pelo autarca de Bochum, que inaugurou a exposição a 07 de outubro.

“A destruição intencional das figuras desta importante exposição surpreendeu-nos. Bochum foi e continua a ser uma cidade cosmopolita e tolerante, na qual a cultura da memória terá sempre o seu lugar”, disse Thomas Eiskirch.

Segundo a agência de notícias Dpa, esta já não é a primeira vez que a exposição que percorre a Alemanha desde 2015 é alvo de ataques.

As figuras de acrílico foram vandalizadas três vezes no espaço de um mês, em Frankfurt, em 2017, e duas foram danificadas no mês passado em Wetzlar, no Estado central de Hesse.

Lilli Henoch foi dez vezes campeã da Alemanha em disciplinas como lançamento do disco, lançamento do peso, salto em comprimento e estafetas de velocidade, tendo sido recordista mundial de todas elas na década de 1920, exceto no salto.

Os primos Flatow foram ambos campeões olímpicos de ginástica e acabaram mortos no campo de concentração de Theresienstadt.

Walter Benesmann, por sua vez, foi um entusiasta promotor do futebol numa época em que ainda era relativamente desconhecido por uma boa parte da população, fundando o primeiro clube no sul da Alemanha, o Intenational Football Club, em 1889, e a revista Kicker em 1920.