Prolongamento
"Comparar lotações de estádios com Avante só pode ser desonestidade"
2020-08-13 14:55:00
Comunistas desagradados com críticas sobre realização da tradicional festa

Os estádios de futebol continuam sem público nas bancadas, o que desagrada a clubes e adeptos, admitindo-se que seria possível, com regras, ocupar algumas partes dos recintos desportivos, coisa que, até ao momento, a Direção-Geral da Saúde ainda não entendeu.

Com o avançar dos dias e a proximidade da Festa do Avante! algumas têm sido também as críticas que lamentam que os estádios não tenham público nas bancadas mas a festa dos comunistas possa ocorrer, sendo esperados largos milhares de militantes daquele partido.

Jerónimo de Sousa está desagradado com as constantes comparações que têm sido feitas em relação à ausência de público nos estádios e o terreno que acolhe a tradicional Festa do Avante! que anualmente é um momento emblemático entre os comunistas.

Depois de Rui Rio ter admitido que mesmo que reduzida para metade, a lotação do Avante acaba por "corresponder ao Estádio do FC Porto e do Sporting completamente cheios", Jerónimo de Sousa saiu a público para mostrar o descontentamento que reina entre os comunistas.

"Há afirmações tão ridículas que só podem assentar numa aversão sem limites ao PCP e à sua luta pelos direitos dos trabalhadores e do povo", assinala o comunicado do PCP, assinado por Jerónimo de Sousa.

Os comunistas entendem que "comparar lotações de estádios de futebol fingindo ignorar a diferença de área desses espaços com o terreno da Festa do Avante!, que é cerca de 20 vezes maior, só pode ser compreendido por ma-fé".

O PCP nota ainda nestas comparações "desonestidade política subjacentes aos tiques da conhecida intolerância democrática desta pessoa", pode ler-se ainda no comunicado dos comunistas.

Recentemente, a ministra da Saúde, Marta Temido, revelou que "não será permitido o que está proibido nem proibido o que está permitido" à festa dos comunistas.

A governante assegurou ainda que "não haverá exceções" no que diz respeito às medidas adotadas para controlar o risco de contágio por covid-19.