Prolongamento
"Bruno disse que Sporting tem sócios mais estúpidos. Escusamos de lhe dar razão"
2022-02-09 10:10:00
"Seria preciso uma catástrofe para Varandas perder a votação", diz ex-dirigente Henrique Monteiro

O Sporting prepara-se para ir a eleições e, em Alvalade, as várias candidaturas apresentam propostas e medidas, revelam o plano que têm para o emblema verde e branco, numa tentativa de cativar e convencer os associados. De todas as medidas que têm sido tornadas públicas há uma que tem dado que falar por ter que ver com a possível readmissão de associados anteriormente expulsos ou suspensos, coisa que para o ex-dirigente Henrique Monteiro não faz sentido estar a discutir.

Aludindo a Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting, que foi expulso de associado, Henrique Monteiro diz que não compreende que o tema venha para o debate eleitoral, até porque essa situação está prevista nos estatutos do clube. "Não entendo a proposta que prevê a possibilidade de os sócios expulsos serem reintegrados", disse, apontando para "essa hipótese" que está descrita "no artigo 30.º, alínea c), sob o título geral de readmissão de sócios".

Por outro lado, o antigo dirigente verde e branco refere ainda que não vê vantagens num possível regresso de alguns ex-associados, insistindo na alusão a Bruno de Carvalho.

"O clube ficou melhor, mais sadio e limpo sem ele. Ele já disse que o Sporting tem os sócios mais estúpidos do mundo. Escusamos de lhe dar razão…", assinalou o ex-dirigente, apontando para as declarações de Bruno de Carvalho que, há poucos meses, criticou os sócios do Sporting.

"Provaram ser os adeptos mais burros da história do futebol. Injustos, manipuláveis, desprezíveis e não merecedores de nada. Fica o meu orgulho de ter servido o meu Clube e a vergonha de ter liderado um bando de idiotas (nem todos, existem 10 que se aproveitam)", disse Bruno de Carvalho.

Para Henrique Monteiro, o Sporting "não se pode andar a expulsar e a reintegrar sócios consoante as preferências de cada direção". E por isso entende que o caminho entretanto percorrido é aquele que, a seu ver, serve os interesses do emblema leonino.

Por conseguinte, o antigo dirigente do Sporting não alinha na ideia de que um possível regresso de Bruno de Carvalho pudesse dar "paz" ao clube de Alvalade.

"Gostava de relembrar que o clube vive, finalmente, em paz. Não viveu durante os tempos em que um senhor, que anda a fazer figuras vergonhosas num programa de televisão, foi presidente".

Além disso, Henrique Monteiro lembra, em artigo de opinião que assina no jornal A Bola, que Bruno de Carvalho "foi suspenso e expulso por uma larga maioria de sócios".

Deste modo, e voltando a olhar para o ato eleitoral de 5 de março, o ex-dirigente acredita que a vitória acabará por sorrir ao atual presidente Frederico Varandas. "Varandas tem o pleito praticamente ganho", disse Henrique Monteiro, certo de que "seria preciso uma catástrofe para perder a votação".