Prolongamento
"Benfica está em dívida com Vieira. O resto os tribunais dirão. Logo vemos"
2021-10-07 09:45:00
"Quando estamos na mó de baixo parece que temos lepra", afirma Damásio

A poucos dias de o Benfica avançar para um novo ato eleitoral, a marca da gestão de Luís Filipe Vieira está presente nas conversas e discussões eleitorais do mais ao menos mediático associado do clube da Luz. Manuel Damásio, antigo presidente do Benfica, já sabe em que irá votar para guiar o clube no presente e no futuro. Mas não esquece o trabalho realizado por Luís Filipe Vieira que liderou o emblema lisboeta durante quase 20 anos.

"Foi feito um belíssimo trabalho", avalia Manuel Damásio, considerando que olha para a realidade do clube da Luz e encontra diferenças do tempo em que comandou o emblema encarnado. "Este Benfica é muito diferente do meu tempop e até do Luís Filipe Vieira", refere o ex-presidente, fazendo notar que, atualmente, para se ser presidente do Benfica, por exemplo, não é necessário ter capacidade financeira. "Um presidente que se candidatava tinha de ter possibilidades financeiras".

Damásio entende que face ao atual momento o Benfica tem uma estrutura "fixa" e acredita que a solução que melhor serve os interesses da vida encarnada será aquela na qual os "administradores ou o CEO se mantém apesar das mudanças de acionistas ou direções".

Apoiante da gestão de Luís Filipe Vieira, Manuel Damásio considera que os benfiquistas "não gostam" de ouvir que Rui Costa é o "seguimento do vieirismo". 

"Dizer que o Rui Costa é o seguimento do vieirismo acho que está mal e os benfiquistas não gostam de ouvir isto dos seus presidentes", observa Damásio, certo de que o clube da Luz tem uma "dívida" para com Luís Filipe Vieira.

"Aconteça o que acontecer, o Benfica tem uma dívida com Vieira. Fez um grande trabalho. Agora, o resto os tribunais dirão. Logo vemos", analisa o antigo presidente do clube encarnado, certo de que, até ao momento, Rui Costa, que era vice-presidente da direção de Vieira, "não é acusado de coisa alguma".

Amigo de Luís Filipe Vieira, Manuel Damásio diz que tem conversado com Luís Filipe Vieira para lhe prestar solidariedade nesta altura em que o ex-presidente é arguido no âmbito do processo Cartão Vermelho, no qual chegou a estar detido.

"Falei com ele duas ou três vezes para saber da saúde dele. Evito falar de outras coisas. Quando estamos na mó de baixo parece que temos lepra", disse Damásio, realçando que encontrou um Vieira "animado em provar que as coisas não são como se dizem".

Em declarações na A Bola TV, Manuel Damásio acredita que o Benfica, como está, ao nível da organização da instituição, preparado para se manter firme caso possa sair "uma ou duas pedras".

A finalizar, o antigo presidente do Benfica apela à união após as eleições. "Temos de nos unir pois o Benfica tem de ter paz", aconselha Manuel Damásio.