Prolongamento
Auckland City falha Campeonato do Mundo de clubes
Redação
2021-01-15 12:15:00
Quarentena obrigatória na Nova Zelândia impede clube de participar na prova

O Auckland City, vencedor da Liga das Campeões da Oceânia, vai falhar o Campeonato do Mundo de clubes de futebol, devido à quarentena obrigatória existente na Nova Zelândia, por causa da pandemia da covid-19, anunciou hoje a FIFA.

Em comunicado, a FIFA explicou que esteve nos últimos dias em “contacto permanente” com o clube, a Federação Neozelandesa de Futebol e a Confederação da Oceânia e que foi impossível encontrar uma solução para a participação do campeão neozelandês.

“As medidas estabelecidas pelas autoridades desse país [isolamento e quarentena] prevalecem sobre as estipulações da FIFA sobre o assunto”, esclareceu o organismo que rege o futebol mundial e organizador da competição.

A ausência do Auckland City implica a exclusão da primeira ronda, com o Al Duhail, do Qatar, a seguir automaticamente em frente na prova.

A FIFA sublinhou que vai implementar um “protocolo exaustivo de saúde e segurança” para garantir o bem-estar de todas as pessoas envolvidas no torneio, em altura da pandemia da covid-19.

Além do Al Duhail, o Campeonato do Mundo de clubes conta ainda com a participação dos egípcios do Al Ahly (campeão africano), dos alemães do Bayern Munique (vencedor da Liga dos Campeões europeia), dos sul-coreanos do Ulsan (campeão asiático), dos mexicanos do Tigres (campeão da América Central) e do vencedor da Taça Libertadores, que será decidida entre o Palmeiras, treinado por Abel Ferreira e o Santos. Os dois emblemas jogam a final em 30 de janeiro.

O Mundial de clubes vai decorrer no Qatar, entre 01 e 11 de fevereiro, e a última edição foi conquistada pelo Liverpool, de Inglaterra, que venceu na final o Flamengo, treinado por Jorge Jesus, atual técnico do Benfica, por 1-0, após prolongamento.