Prolongamento
"Asneiradas o Jorge Jesus diz mas ele não trata mal ninguém. É conversa de bola"
2021-06-16 11:50:00
"Queriam que o Jesus fosse dizer ao Pedrinho 'meu querido amigo, meu menino, se não te importas...", ironiza Mendes

O empresário de Pedrinho tem velado várias críticas a Jorge Jesus e, nas últimas declarações, Will Dantas acusou mesmo o treinador do Benfica de amedrontar os atletas que treina. "Ele trata todos mal, não é só o Pedrinho. Os jogadores não falam porque têm medo, essa é a verdade", revelou Will Dantas numa acusação que é refutada por Fernando Mendes, antigo atleta treinado por Jorge Jesus que defende o técnico das águias.

"Eu fui treinado por ele. Asneiradas o Jorge Jesus diz mas não trata mal ninguém", afirmou Fernando Mendes, fazendo a defesa do técnico do Benfica perante as críticas do empresário de Pedrinho, jogador brasileiro que, entretanto, foi vendido pelos encarnados para o Shakhtar Donetsk, por uma verba de 18 milhões de euros.

Para Fernando Mendes, fica claro que os jogadores precisam de perceber a linguagem do futebol. "Hoje em dia, ficam ofendidos com uma asneirada do jogo?", interroga o ex-futebolista.

Em jeito irónico, Fernando Mendes refere que Jorge Jesus ou outro treinador não poderá falar de forma 'meiga' com um atleta quando quer passar uma mensagem no 'calor' do momento.

"Queriam que o Jorge Jesus fosse dizer ao Pedrinho 'meu querido amigo, meu menino, se não te importas mais para a esquerda, faça favor'", ironizou, notando que, daquilo que conhece do treinador encarnado, este usa uma linguagem para se dirigir aos atletas que é "perfeitamente normal".

Em comentário na CMTV, Fernando Mendes reiterou elogios a Jorge Jesus e lembra que este socorre-se de um tipo de léxico natural em treinadores de futebol.

"Jesus foi o melhor treinador que eu apanhei. Tive pena de só trabalhar um ano com ele e na fase final da minha carreira", disse, não negando que pode escapar um ou outro "palavrão" a Jesus mas isso é "normal" no futebol.

"Às vezes um palavrão ou uma asneira que um treinador diz não tem o mesmo significado. É conversa de bola", observou Fernando Mendes, em resposta às críticas de Will Dantas na direção de Jesus.

O empresário de Pedrinho, que após uma época na Luz foi transferido sem se conseguiu fixar de águia ao peito, disse ainda que "um treinador não pode tratar um atleta da forma como Jesus o tratou [Pedrinho]". O jogador deixou a Luz depois de ter sido chamado por Jorge Jesus à titularidade em 11 ocasiões com a camisola da águia ao peito, tendo apontado um golo, numa partida da Taça de Portugal.