Prolongamento
"Abel corre o risco de vencer outra Libertadores e não é apontado ao Bayern"
2021-11-23 10:50:00
"Hoje, sou eu que escolho onde quero treinar", disse Jesus e Carlos Freitas comenta esta declaração

Jorge Jesus está a cumprir o último ano de contrato com o Benfica mas assegura que ainda não pensa onde irá treinar na próxima temporada. Certo é que, para o treinador, não restam dúvidas de que, nesta fase da carreira, a ele cabe a decisão de escolher que equipa orienta. De resto, o técnico é mesmo taxativo na afirmação que tem sobre esta situação. "Hoje, sou eu que escolho onde quero treinar, no início da minha carreira era ao contrário", garantiu Jorge Jesus.

Para Carlos Freitas, antigo dirigente do Sporting, SC Braga e Vitória, que chegou a trabalhar com Jorge Jesus no Minho, o treinador deveria enquadrar melhor o currículo que tem. "Muitas vezes a dimensão que ele atribuiu, por exemplo, à conquista de uma Taça Libertadores... Ele devia ver o que está a fazer o Abel Ferreira. Abel Ferreira corre o risco de ganhar pela segunda vez consecutiva a Libertadores e não está a ser ventilado para o Bayern Munique ou para a Seleção francesa ou afins".

Em todo o caso, Carlos Freitas deixa elogios à forma como Jorge Jesus tem vindo a pautar a sua carreira desde as divisões inferiores até ao patamar mais elevado do futebol.

"Prefiro valorizar aquilo que são os méritos de Jorge Jesus, alguém que sendo um autodidata chega a dois dos três maiores clubes em Portugal fruto do seu trabalho", comentou o antigo dirigente leonino.

Em declarações na SIC Notícias, Carlos Freitas disse ainda concordar com Jorge Jesus quando este revela que tudo aquilo que tem alcançado se deve ao trabalho. "E tem razão quando diz muitas vezes que, a ele, ninguém lhe deu nada, porque teve de conquistar esse espaço vindo de baixo".

"Ou seja, não é um treinador a quem tenha sido dada uma oportunidade de começar na I Liga. É alguém que veio de baixo, que fez o seu percurso e chegou onde chegou".

"Portanto, todos estes méritos têm de lhe ser assacados", acrescentou Carlos Freitas, convidado a comentar as declarações do treinador do Benfica que acredita que está numa posição na qual pode escolher que equipa vai orientar na nova época.

Jorge Jesus, de 67 anos, cumpre a segunda temporada no Benfica, nesta que é a sua segunda passagem pelo emblema da Luz. Anteriormente, o técnico já tinha estado seis épocas no comando técnico dos encarnados.

Além do Benfica, em Portugal, Jorge Jesus já treinou o Sporting, o SC Braga, o Vitória de Setúbal, o Vitória de Guimarães, o Felgueiras, o Belenenses, o Amora, o Estrela da Amadora, o União da Madeira, o Moreirense e a União de Leiria.