Portugal
“Weigl não cai porque é alemão, se fosse ‘portuga’ caía logo ali...”, diz Jesus
Redação
2021-02-20 16:30:00
Técnico do Benfica critica penáltis “que só o VAR não vê” e cita caso do alemão, que viu amarelo numa queda na área

Jorge Jesus fez hoje a antevisão do jogo com o Farense, que se disputa amanhã, em Faro, a partir das 20h15. A conferência de imprensa fica marcada pelas críticas à arbitragem, com o técnico a apontar o dedo ao VAR, lembrando que nas primeiras 19 jornadas a equipa encarnada ainda não viu ser assinalada qualquer grande penalidade a favor.  

“O Benfica não tem uma grande penalidade, à 20.ª jornada. Uma equipa superofensiva não tem uma grande penalidade a favor. Não tenho falado nisso. Mas toda a gente viu... Só o VAR é que não viu os penáltis que o Benfica tem a favor e não foram marcados. E isso são pontos. Não sabemos se o penálti daria golo ou não, mas não há dúvidas do que nos tem acontecido”, afirmou. 

Jorge Jesus citou o exemplo de Weigl, médio que, no embate com o Moreirense, viu o quinto cartão amarelo, num lance em que o videoárbitro considerou simulação do alemão, numa queda na área.  

“O Weigl é penalizado com um amarelo numa ação em que há grande penalidade. E ainda por cima é penalizado com cartão amarelo. Já vi várias vezes o lance. Na primeira ação Weigl não cai, porque é alemão, se fosse ‘portuga’ caía logo ali... Tem uma formação diferente. É uma grande penalidade, há uma penalização com um cartão amarelo, o quinto, e ficámos sem o jogador, que vai estar fora do jogo de Faro. Weigl é um dos jogadores que melhoraram com a minha chegada. E é fundamental na equipa”, realçou Jorge Jesus. 

O treinador do Benfica adiantou que Gabriel deverá avançar para a titularidade, até porque, revelou, Samaris “está com um problema físico” desde o início da época e “há a possibilidade de ter de ser operado”.  

Sobre a contestação dos adeptos, Jorge Jesus compreende-a, porque “os adeptos gostam de ganhar de qualquer forma”, mas o técnico insiste que houve imprevistos determinados pela pandemia, que afastaram o Benfica das boas exibições. 

As expectativas da minha chegada foram altas. Lembro-me perfeitamente do que disse, que iria pôr o Benfica a jogar o dobro, mas para os pôr a jogar o dobro teria de os treinar”, realçou Jesus, aludindo ao surto de covid-19 que deixou diversos jogadores de fora.  

O Benfica desloca-se amanhã ao reduto do Farense, equipa que tenta fugir aos lugares do fundo da tabela. Os encarnados, a 13 pontos do líder Sporting, à partida para esta ronda, tentam encurtar distâncias e não comprometer a luta pelo segundo lugar. A mensagem oficial não dá o título como perdido, mas percebe-se no discurso de Jesus que essa meta está fora do radar das águias.

Veja a conferência de imprensa de Jorge Jesus: