Portugal
"O presidente sabe o que penso", diz Jesus sobre eventual derrota de Vieira
2020-10-28 16:10:00
Treinador não quis comentar eventual saída do cargo no caso de Vieira sair derrotado das eleições

O treinador do Benfica foi desafiado a dizer o que fará se, porventura, Luís Filipe Vieira perder as eleições que decorrem nesta quarta-feira no emblema encarnado.

Jorge Jesus não confirmou nem desmentiu esse cenário, remetendo-se a algum silêncio entre algumas indicações de que Luís Filipe Vieira já saberá o que o técnico irá fazer e já terá essa resposta.

"Eu não admito, os sócios é que vão decidir. Quando regressei ao Benfica, vim com a consciência de unir a nação benfiquista", disse Jorge Jesus em conferência de imprensa.

O treinador salientou que já exerceu o seu direito de voto enquanto associado e explicou que vai aguardar pelo fecho das votações, mas não deixou de indicar que Vieira já sabe o que seguirá.

"Neste dia importante para o Benfica tive a oportunidade de ir votar ao Seixal e percebi que as eleições estão a ser acompanhadas em massa pelo Benfica. Não me quero expressar. Ainda há muita gente a votar e não quero ter influência em nada, mas o presidente sabe o que eu penso", disse Jorge Jesus.

O treinador insistiu ainda na mesma 'tecla', nas declarações aos jornalistas, por ocasião do lançamento do jogo da Liga Europa, depois de ser questionado pela CMTV de que Vieira disse nesse canal que havia a possibilidade de Jesus e Rui Costa abandonarem o Benfica, em caso de triunfo de Noronha Lopes.

"O presidente do Benfica sabe qual é o meu pensamento", disse Jorge Jesus que nunca negou ter uma ligação especial com Luís Filipe Vieira, tal como o presidente das águias assume publicamente igual sentimento.

"Ele já disse que sou a única pessoa que janta em casa dele e almoça. A relação dele comigo é perfeita. Ele é um profissional, hoje está no Benfica e amanhã pode estar noutro lado", disse Vieira, na terça-feira, na CMTV.

Veja a declaração depois dos 17:18 minutos