Portugal
Um ponto para Santa Clara e Tondela na 'batalha campal' dos Açores
Redação
2021-03-20 17:50:00
Duelo marcado por expulsões e confrontos no final

Santa Clara e Tondela empataram hoje 1-1 nos Açores, em jogo da 24.ª jornada da I Liga de futebol, em que os açorianos foram superiores, mas que ficou manchado pelas expulsões e por confrontos no final.

O Tondela chegou à vantagem no final do primeiro tempo, aos 44 minutos, por intermédio de González, enquanto o Santa Clara chegou ao empate aos 90+4 minutos num autogolo de Yohan Tavares, quando já estava reduzido a nove jogadores.

Depois de nos últimos dois jogos o estádio de São Miguel ter sido o único a nível nacional a receber público nas bancadas, o encontro entre o Santa Clara e o Tondela ficou marcado pela ausência dos adeptos, devido ao aumento do número de casos de covid-19 na região na última semana.

Durante a primeira parte, o Santa Clara controlou a posse de bola (chegou ao intervalo com 61% de posse de bola), jogando no meio-campo contrário e procurando explorar a profundidade para contrariar a organização defensiva do Tondela.

Apesar de algumas investidas próximas da baliza contrária e de uma boa dinâmica ofensiva, a equipa açoriana teve sempre dificuldades na definição do último passe. Numa primeira parte onde escassearam as oportunidades de golo, o melhor que o Santa Clara conseguiu foi um remate de fora da área de Lincoln, aos 30 minutos, que obrigou Trigueira a uma defesa atenta.

O Tondela teve apenas dois remates no primeiro tempo, os dois por González, e um deles deu golo. Aos 44 minutos, erro de Rafael Ramos no alívio, aproveitado por João Pedro para assistir Mário González dentro da área. A desatenção da defesa açoriana e a eficácia da equipa do Tondela faziam a diferença ao intervalo.

Na segunda parte, o Santa Clara, mais nervoso, procurou assumir o controlo do encontro, mas foi o Tondela que esteve perto de ampliar o marcador aos 41 minutos. Depois de um contra-ataque vertiginoso conduzido por Murillo, González não soube aproveitar o espaço na área e rematou fraco para as mãos de Marco.

A equipa açoriana procurou ser mais pragmática através de várias bolas bombardeadas para área. Numa desses lances, aos 53 minutos, Carlos Júnior conseguiu arranjar espaço na área, mas acabou por finalizar por cima da baliza.

Aos 69 minutos, perigo na área do Tondela: uma jogada de luxo do Santa Clara, através da combinação de Cryzan e Costinha, com o brasileiro a finalizar para uma defensa apertada de Pedro Trigueira.

Com vários homens no momento ofensivo, o Santa Clara procurou forçar o golo, mas teve sempre dificuldades em criar oportunidades de golo.

A tarefa dos açorianos tornou-se mais complicada quando ficou a jogar com menos dois jogadores. Primeiro, Fábio Cardoso, aos 80 minutos, levou o segundo amarelo. Depois, aos 82, Allano terá insultado o árbitro e recebeu ordem de expulsão. Duas expulsões que mancharam o jogo nos Açores.

Mesmo reduzido a nove a equipa açoriana iria chegar ao golo no último sopro do jogo. Aos 90+4 minutos, cruzamento largo para a área e Yohan Tavares, infeliz, cortou para o fundo da própria baliza. O jogo terminou praticamente a seguir, com os jogadores envolvidos em confrontos.

Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Santa Clara - Tondela, 1-1

Ao intervalo: 0-1

Marcadores:

0-1, Mário Gonzalez, 44 minutos.

1-1, Johan Tavares, 90+4 minutos (própria baliza)

 

Equipas:

- Santa Clara: Marco, Rafael Ramos, Fábio Cardoso, Mikel Villanueva (João Afonso, 46), Mansur, Anderson Carvalho (Costinha, 65), Hide, Lincoln (Ukra, 78), Carlos Júnior, Allano e Rui Costa (Cryzan, 66).

(Suplentes: André Ferreira, João Afonso, Lucas, Ukra, Ruben Oliveira, Costinha, Cryzan, Jean Patric e Sagna).

Treinador: Daniel Ramos.

- Tondela: Trigueira, Tiago, Yohan Tavares, Ricardo Alves, Filipe Ferreira, Jaquité, Olabe (Salvador Agra, 81), João Pedro (Jaume, 81), Mohamed Khacef (Enzo Martinez, 75), Mário González e Jhon Murillo (Rafael Barbosa, 92).

(Suplentes: Niasse, Pedro Augusto, Salvador, Jaume, Enzo Martinez, Medioub, Souley, Rafael Barbosa e Arcanjo).

Treinador: Paco Ayestaran

 

Árbitro: Hélder Malheiro (Associação de Futebol de Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Fábio Cardoso (62, 79), Tiago Almeida (76), Cryzan (84), Mansur (89) e cartão vermelho para Fábio Cardoso (80) e Allano (82).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.