Portugal
“Taarabt é um peso morto na equipa do Benfica”, defende Carraça
Redação
2021-03-02 12:55:00
Um golo em 75 jogos no Benfica sustentam tese. Melhoria do Benfica com entrada de Pizzi reforça-a

Numa análise ao triunfo do Benfica frente ao Rio Avepor 2-0, António Carraça defendeu que Taarabt é “um peso morto” na equipa encarnada. Essa verdade, segundo o ex-futebolista e ex-dirigente, está inscrita nas estatísticas do médio, que “em 75 jogos pelo Benfica marcou apenas um golo e fez sete assistências”.  

Diante dos vilacondenses, o Benfica melhorou com a entrada de Pizzi para o meio-campo e com a saída de Taarabt. Aliás, Pizzi marcou o segundo golo e surgiu nas imediações da área por diversas vezes, algo que o marroquino raramente faz. 

Segundo António Carraça, comentador do Futebol Total, o Benfica melhora “a partir do momento em que o Pizzi entrou”. Mérito do português, ou lacunas do marroquino? “Sobre o Tarrabt nem vale a pena repetir o que é o meu pensamento. Fui ver as estatísticas e o Taarabt, em 75 jogos pelo Benfica, tem um golo e sete assistências. Setenta e cinco jogos”, repete, enfatizando cada sílaba daquele número.  

"Para mim, Taarabt é um peso morto na equipa do Benfica. E isso ficou evidente no jogo com o Rio Ave. Com a entrada do Pizzi, que fez um golo, teve mais duas ocasiões para marcar. Pizzi tem critério, define bem. Pizzi tem de ser titularíssimo absoluto nesta equipa do Benfica”, reforça, no canal 11. 

O comentador do canal 11 lembra que o médio marroquino joga numa posição que ‘exige’ outros números. E nesta comparação com PizziTaarabt fica a perder: em 316 jogos, celebrou 89 tentos e fez também 89 passes para golo. 

Segundo lembra António Carraça, o marroquino não é um médio-defensivo, nem pisa os terrenos de Weigl, nem tem a missão do internacional alemão. Joga na posição ‘8’, onde Pizzi tem atuado por diversas vezes (ontem, o português rendeu o camisola 49). Só que com mais destaque.  

Taarabt joga na mesma posição. E raramente joga ali como pivô ao lado do Weigl. Joga mais à frente”, acrescentou Carraça, suscitando dúvidas no estúdio do canal 11, quando apresentou as fracas estatísticas de Taarabt. Mas, de facto, os números de António Carraça batem certo com o Transfermarket 

Nos 75 jogos que o médio-ofensivo de 31 anos fez pela principal equipa do Benfica, Taarabt apontou apenas um golo e fez sete assistências. E apresentou melhores dados no Benfica B, com um golo e dois passes decisivos em apenas 10 partidas disputadas. 

Longe vão os tempos em que Adel Taarabt pôs os adeptos do Queens Park Rangers a seus pés. Foi naquele clube que conseguiu melhor desempenho da sua carreira, realizando 164 jogos, com 34 e 42 assistências. Até no AC Milan alcançou números interessantes, que nunca mais repetiu: quatro golos e duas assistências em 16 partidas que realizou no emblema italiano.

Recentemente, numa entrevista à UEFA, Taarabt prometeu mostrar uma "nova versão" de si mesmo. "Para aqueles que questionam a minha vontade ou habilidade, estejam atentos ao que aí vem", referiu, no lançamento do embate com o Arsenal, para os 16 avos de final da Liga Europa. A verdade é que os factos desmentiram as promessas do jogador encarnado.