Portugal
Sporting enfrenta processo no Conselho Disciplina após queixa do FC Porto
Redação
2021-01-29 16:30:00
Caso dos "falsos positivos" continua a dar que falar

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu abrir um processo de inquérito contra o Sporting no âmbito de uma queixa apresentada pelo FC Porto.

Em causa, revela o jornal O Jogo, está a questão dos "falsos positivos" de Nuno Mendes e Sporar, antes da final a quatro da Taça da Liga, em Leiria.

Tal situação, recorde-se, provocou enorme polémica, nas últimas semanas, com o Sporting a criticar duramente a rede de laboratórios Unilabs e com o emblema leonino a anunciar mesmo uma queixa na Ordem dos Médicos contra o diretor clínico.

Depois, foi noticiado que Frederico Varandas, o presidente do Sporting, riscou de vez a Unilabs. O clube de Alvalade trabalha agora com outro laboratório, o Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa.

Nesta questão dos "falsos positivos", a DGS tinha referido que a Unilabs não deu "resposta em tempo útil", como tinha adiantado Frederico Varandas, inviabilizando a participação dos jogadores no clássico com o FC Porto da Taça da Liga, já depois de terem falhado também o duelo frente ao Rio Ave.

A este respeito, André Bernardo, administrador da SAD leonina, levantou suspeitas relativamente ao 'timing' em que os "falsos positivos" apareceram. "Quis o acaso que ocorresse quando nessa jornada se disputava FC Porto-Benfica", ironizou o administrador da SAD leonina.

Posteriormente, a rede de laboratórios Unilabs comunicou à Direção-Geral da Saúde (DGS) que estava "solidária" com a decisão do Sporting, que defende que Sporar e Nuno Mendes não estiveram infetados com covid-19.

No meio de tudo isto, Sporting e FC Porto 'travaram-se' em argumentos ainda antes do embate de Leiria, que o Sporting acabaria por vencer, apurando-se para a final da Taça da Liga, que acabaria por conquistar.

O FC Porto chegou a acusar o Sporting da intenção de “cometer um atentado à saúde pública”, com a utilização dos futebolistas Nuno Mendes e Sporar na Taça da Liga e ameaçou “repensar a participação na ‘final four’”.

O Sporting respondeu e acusou, por sua vez, o FC Porto de estar a “pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga” para que Nuno Mendes e Sporar não fossem a jogo na Taça da Liga de futebol.

Agora, terá a palavra o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.