Portugal
Sporting desperdiça vantagem e empata em casa do Moreirense
Redação
2021-04-05 22:55:00
Cónegos chegam à igualdade em cima do minuto 90

O golo de Walterson ao minuto 90 permitiu hoje ao Moreirense empatar 1-1 frente ao Sporting e anular a superioridade leonina que se verificou no jogo de encerramento da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol

O remate certeiro do extremo brasileiro dos minhotos ‘coroou' a reação ‘cónega' nos cinco minutos finais, depois de um encontro que a formação lisboeta, em vantagem no marcador desde os 21 minutos, graças ao primeiro golo de Paulinho pelo clube, controlou e geriu quase sempre, mesmo sem criar muitas oportunidades.

Com o tento sofrido nos minutos finais, o líder do campeonato falhou o quarto triunfo seguido na prova, passou a somar 65 pontos e viu o segundo classificado, FC Porto, encurtar a distância para oito, o terceiro, Benfica, reduzir essa margem para 11, e o quarto, Sporting de Braga, ficar a 12.

Inofensivo na maior parte do jogo e com muitas dificuldades para conter o dinamismo das alas leoninas, o conjunto de Guimarães manteve a oitava posição na tabela, com 31 pontos.

A partida começou movimentada, mas com a bola longe da área, e a equipa de Moreira de Cónegos, que surgiu em campo com Abdoulaye Ba, Filipe Soares e Felipe Pires como ‘novidades' no ‘onze', criou a primeira ocasião ao minuto 10, quando Rafael Martins, enquadrado com a baliza, atirou ao lado.

Com Coates de regresso ao centro do trio defensivo e Paulinho na frente de ataque, o Sporting começou a desfazer o equilíbrio inicial graças à crescente velocidade de execução dos médios e dos laterais, que levou a bola à área contrária com mais frequência.

Nuno Mendes começou a sobressair no corredor esquerdo, mas o golo que ‘coroou' o domínio ‘verde e branco' teve origem na outra faixa: Daniel Bragança cruzou para o segundo poste, onde Paulinho ganhou posição a Matheus Silva e cabeceou para uma primeira defesa de Pasinato antes de ‘encostar' para o fundo das redes na recarga.

Os vimaranenses procuraram reagir e até avançaram no terreno, mas continuaram a permitir ataques rápidos dos ‘leões', novamente pelo lado esquerdo, que só não criaram mais danos graças ao defesa Abdoulaye Ba, sempre posicionado para afastar as bolas colocadas na área.

Mesmo de depois de perder Nuno Mendes, que se lesionou após entrada de Gonçalo Franco e saiu para entrar Matheus Reis, ao minuto 38, o Sporting manteve o jogo sob controlo e voltou a introduzir o esférico na baliza adversária, aos 45, por Paulinho, mas o lance foi anulado por fora de jogo, após análise do videoárbitro.

A segunda parte teve contornos semelhantes à primeira, com a equipa treinada por Rúben Amorim a dominar as incidências, a superar o Moreirense nas alas e a chegar à área, tendo ameaçado o segundo numa tentativa dupla, de Paulinho e Palhinha, aos 51 minutos.

Aos 58 minutos, o Sporting viu um novo golo, desta vez de Pedro Gonçalves, ser anulado, por um fora de jogo de dois centímetros.

Perante a incapacidade ofensiva dos anfitriões, o Sporting geriu o ritmo do encontro até aos cinco minutos, quando recuou e viu a equipa minhota encetar uma reação que lhe custou ‘caro': na sequência de um corte de Feddal, Walterson dominou a bola junto à ‘quina da área', na ala direita, e desferiu um remate colocado em arco, indefensável para Adán, que selou o resultado.