Portugal
“Só o talento não supera a união de 16 bravos leões”, realça João Matos
Redação
2021-05-03 21:30:00
Capitão do Sporting explica a "superação tremenda" do Sporting na final da Liga dos Campeões de futsal

O capitão do Sporting, João Matos, destacou o espírito de “verdadeira equipa” que permitiu ao Sporting recuperar de uma desvantagem de 2-0 frente ao Barcelona e vencer a final da Liga dos Campeões de futsal, esta tarde.

“Foi verdadeiramente uma prova de superação. Fomos gigantes, soubemos sofrer, defender, tivemos a sorte, mas a sorte procura-se e trabalha-se. Fomos uma verdadeira equipa e quando o somos o talento não chega para nos ganhar. Só o talento não supera a união de 16 bravos leões”, afirmou João Matos, em declarações à UEFA, reproduzidas pelo Canal 11.

“É indescritível. É um momento único. Numa final perante uma equipa poderosa, estar a perder por 2-0... Superamo-nos de uma forma tremenda na segunda parte. Passámos para a frente, demos as mãos, estivemos unidos, que é o que caracteriza este Sporting. O espírito, a alma, a crença, a ambição e a fome e irreverência destes jovens ajuda muito. Foi uma prova de superação e o Sporting é realmente a melhor equipa da Europa”, acrescentou.

Já em conferência de imprensa, o capitão voltou a destacar a importância da juventude da equipa “Temos aqui jovens que ainda são juniores. Como eles dizem, saíram do bairro para serem campeões da Europa. Foi uma caminhada extraordinária, três jogos de superação, a ser equipa. Construímos isso e isso foi a base do sucesso, não foi este indivíduo que está aqui [o treinador Nuno Dias] e que nos acompanha diariamente. Não estou em mim, nunca tive um sentimento de união e de equipa como senti nestes três jogos", salientou.

João Matos insistiu na importância do "amor ao Sporting" dos jovens da equipa: "Não é por acaso que estivemos em cinco finais. É muito sentir o Sporting. Estes jovens vestem a camisola como a pele deles. É o clique a mais que nos dá este título europeu. Não venham com coisas, crescemos a sentir o Sporting e isso faz toda a diferença na hora da verdade. Fomos cientes do que tínhamos a fazer, com competência e rigor, e esse amor ao Sporting ajuda muito e hoje esteve sempre presente”.