Portugal
"Sem benefícios nenhuns, Sporting tinha menos três pontos e Benfica ia à frente"
2024-01-23 16:40:00
“Quem é que jogou 400 e tal minutos contra 10 no ano passado? Quem foi?”, pergunta Diamantino

A luta pelo título está ao rubro e tentar antecipar o campeão nacional é uma tarefa para os apostadores e para quem se dedica ao estudo das probabilidades, até porque quer Sporting, quer Benfica e FC Porto têm mostrado que a luta deverá ser até ao final, sendo que o SC Braga segue de forma próxima este trio e espreita qualquer 'queda' para se aproximar do pelotão da frente.

Para já, a liderança pertence ao Sporting e o clube de Alvalade é, até ao momento, o emblema mais concretizar da presente edição do campeonato nacional. Mas para Diamantino Miranda, antigo jogador internacional português, a matemática coloca o leão na frente mas, a levar em conta o comunicado do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, as contas seriam outras.

“Sem benefícios nenhuns, o Sporting tinha menos três pontos e o Benfica ia à frente”, afirmou Diamantino Miranda, destacando que foi o próprio Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e Rúben Amorim a reconhecer que o Sporting marcou um golo diante do Casa Pia que deveria ter sido anulado.

Diamantino Miranda e os "benfícios" ao Sporting que não deixam o "Benfica à frente"

“Aquilo foi reconhecido. O jogo do Sporting com o Casa Pia foi reconhecido. O jogo do Sporting com o Casa Pia foi reconhecido até pelo treinador do Sporting. Então, tinha menos três pontos”, declarou Diamantino Miranda, em declarações na CMTV.

E para norte, Diamantino Miranda deixou também alguns recados, numa altura em que se fazem sentir críticas nas arbitragens, nomeadamente a um "Benfica avassalador contra 10". 

“Quem é que jogou no ano passado 400 e tal minutos contra 10? Quem foi?”

"Realmente, o Benfica é a equipa que joga melhor contra 10. Tem uma capacidade avassaladora contra 10 de desbloquear tudo aquilo. Portanto, tem sido uma equipa mortífera", apontou, recentemente, Jorge Amaral, antigo jogador do FC Porto, ao falar das arbitragens em jogos do Benfica e de expulsões de jogadores adversários.

Quanto a jogos em que equipas jogam reduzidas a 10 unidades, Diamantino Miranda socorreu-se de estatísticas da época passada.

“Quem é que jogou no ano passado 400 e tal minutos contra 10? Quem foi?”, questionou o antigo capitão das águias, dizendo que essa equipa “é aquela que só um clube da Costa Rica tinha mais [penáltis]”.

“Só na Costa Rica”, acrescentou ainda o antigo jogador Diamantino Miranda, dizendo que leu “no Record” essa estatística.