Portugal
"Se o Sporting quisesse mesmo tinha ficado com João Mário", diz Bruno Fernandes
2021-07-15 16:25:00
Ex-capitão dos leões sai em defesa do reforço do Benfica

A assinatura de João Mário pelo Benfica mantém-se como a grande novidade do mercado de transferências em Portugal. O médio esteve mais de uma década ligado ao Sporting, que acusou o jogador e o Inter Milão de usarem um “expediente” para contornarem a cláusula antirrivais, depois da rescisão de contrato entre o internacional português e o clube italiano.

O caso tem gerado vários comentários de personalidades ligadas ao Sporting. Agora, foi a vez de um antigo capitão de equipa, Bruno Fernandes, ser questionado sobre o assunto.

No entender de Bruno Fernandes, falhou o entendimento entre João Mário e o Sporting para que o médio continuasse em Alvalade. A intenção seria comum, mas terá faltado a ambas as partes um derradeiro esforço, levando que o jogador optasse pela mudança para o rival.

“Acho que se o Sporting quisesse mesmo o jogador, tinha ficado com o jogador. Se o João quisesse mesmo ficar no Sporting, se calhar tinha também ficado no Sporting. Foi o que se proporcionou de melhor para ele”, explicou Bruno Fernandes.

Em declarações aos jornalistas, após ter recebido a medalha de mérito de grau ouro da Câmara Municipal da Maia, Bruno Fernandes acrescentou que João Mário “vai continuar a ser profissional no Benfica”, embora afetivamente não deixe de estar ligado ao Sporting.

“Agora, eu acredito também, conhecendo o João, que teve uma filha há pouco tempo, que ele quis ficar em Portugal, porque para nós é complicado estar fora, tomar certas decisões. Ele é profissional e vai continuar a ser profissional no Benfica”, explicou.

O antigo capitão do Sporting desejou “as maiores felicidades” a João Mário, “um jogador com quem compartilhei a seleção, com quem eu tenho uma relação de amizade”, mas a título individual e não coletivo: “Desejo-lhe o melhor, mas obviamente torço sempre pelo Sporting e não pelo Benfica, é uma coisa normal”.

“O João vai fazer o melhor dele pelo Benfica e, como profissional, é o que tem de fazer”, finalizou Bruno Fernandes.

João Mário, de 28 anos, foi oficializado como reforço do Benfica na terça-feira, assinando por cinco temporadas, um dia depois de ter rescindido contrato com o Inter Milão.

O médio, que foi contratado pelo Inter ao Sporting em 2016, por 40 milhões de euros, tinha mais um ano de contrato com os italianos, mas nunca se conseguiu impor, somando apenas 69 partidas e quatro golos pelo clube transalpino.

No entender do Sporting, a rescisão de contrato entre João Mário e Inter Milão foi um "expediente" para contornarem a cláusula de 30 milhões de euros "se e quando" o jogador assinasse por outro clube português.

"É convicção do Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD que foi usado um expediente para que o Inter e o jogador João Mário se procurassem eximir ao que contrataram com a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD em 2016", frisaram os leões, em comunicado.

A resposta do Inter foi imediata, também por comunicado. "O Inter Milão tomou conhecimento do comunicado apresentado pelo Sporting. As declarações são inaceitáveis, extremamente graves e - mais importante - sem qualquer fundo de verdade", reagiu o clube italiano.