Portugal
"Se o Sporting não for campeão, é prendê-los a todos", diz Costinha
2021-05-03 15:25:00
Antigo dirigente verde e branco diz que plantel não pode desperdiçar oportunidade para conquistar título

Costinha realça que não espera outro desfecho do campeonato que não seja o Sporting campeão. Caso contrário, e a matemática ainda dá possibilidades aos rivais, o 'ministro', com humor à mistura, diz que, de Alvalade, segue tudo para um estabelecimento prisional. "O Sporting há tantos anos sem ganhar o campeonato, se os jogadores não aproveitarem o bom momento e a vantagem pontual que têm já dizia alguém, não sei onde é que ouvi, é prendê-los a todos". 

O antigo dirigente do Sporting destacou, contudo, que o calendário dos leões, orientados por Rúben Amorim, não se antevê fácil, a começar desde já pela visita a Vila do Conde, onde o Sporting defronta um aflito Rio Ave, que tenta escapar à despromoção. Ainda assim, o 'ministro' confia nas capacidades do plantel verde e branco para ultrapassar o conjunto nortenho. "O jogo com o Rio Ave é um jogo de dificuldade elevada para o Sporting pela forma como o Rio Ave ainda luta pela permanência".

Em declarações na TVI 24, Costinha lembrou que o Sporting precisa de somar três pontos na próxima jornada que é de clássico em Lisboa entre Benfica e FC Porto, sendo que, em caso de triunfo dos leões, estes acabarão sempre por amealhar pontos aos rivais ou, pelo menos, a um deles.

"O Sporting vai à frente, está bem, apesar de ter tido alguma exibições menos conseguidas, venceu ou não perdeu pontos o que é importante. Com o Nacional já vi um Pedro Gonçalves mais parecido, vai-se aproximando o final. Há a possibilidade de o Sporting ganhar pontos e vencer o título."

Ainda em relação ao jogo de Vila do Conde, Costinha admite que o facto de o Rio Ave estar com a pressão da fuga aos últimos lugares poderá ser algo que a turma de Rúben Amorim tentará capitalizar para ameaçar as redes vilacondenses.

É que o 'ministro' entende que a equipa de Miguel Cardoso vai jogar com alguma "ansiedade" sempre presente, até porque tem "um calendário que não é assim tão fácil".

Mas o do Sporting também não o é, insistiu, Costinha, lembrando que depois de Vila do Conde ainda existem algumas 'batalhas' complicadas para a turma de Rúben Amorim.

Até final da temporada, o Sporting defronta o Rio Ave, em Vila do Conde, recebe o Boavista, em Alvalade, desloca-se à Luz para defrontar o Benfica e termina em casa perante o Marítimo.

O jogo de Vila do Conde terá lugar na quarta-feira, à partir das 21h15 e conta para a 31.ª jornada do campeonato. O Sporting entra nesta ronda com seis pontos de vantagem para o FC Porto, segundo classificado. Pode ver aqui o programa geral da ronda.