Portugal
"Schmidt pode ficar os anos todos do contrato que não me preocupo nada"
2024-02-16 11:20:00
"Claramente que o Benfica está em crise. Só as pessoas que não querem ver é que não admitem isso", diz Barbosa da Cruz

Sporting e Benfica enfrentam a ponta final da época como os dois clubes que estão em melhor posição para lutar pelo título. Ao mesmo tempo, ambos têm encontro marcado nas meias-finais da Taça de Portugal e estão também na mesma prova europeia, a Liga Europa, pelo que Carlos Barbosa da Cruz, antigo dirigente dos leões e presidente do Grupo Stromp, mostra estar atento ao que vai fazendo o rival da Segunda Circular.

No atual contexto, Barbosa da Cruz nota que o rival está "claramente em crise". "Claramente que o Benfica está em crise. As pessoas não querem ver, só as pessoas que não querem ver é que não admitem isso", apontou o advogado, em declarações na CMTV.

Barbosa da Cruz espera Schmidt na Luz "os anos todos do contrato"

Aí, o antigo dirigente do Sporting realçou que outro treinador na Luz, com este plantel que a Direção presidida por Rui Costa deu a Roger Schmidt, faria coisas diferentes.

"Com o atual plantel, o Benfica podia jogar bem melhor se tivesse outro treinador", disse Carlos Barbosa da Cruz, esperando que Roger Schmidt se venha a manter no clube encarnado durante todos os anos de contrato que tem com a SAD benfiquista.

"Este pode ficar todos os anos do contrato que não me preocupo nada", admitiu Carlos Barbosa da Cruz, insistindo na ideia de que o técnico alemão prossegue com um "acumular de erros" nas opções que vem tomando.

"Mas a convicção com que se fica, com este acumular de erros e de soluções pouco adequadas, é esta. Se o Benfica tivesse outro treinador, se calhar jogava melhor", terminou a este respeito o sportinguista Carlos Barbosa da Cruz.

De resto, entre vozes encarnadas há quem aponte também o dedo a Roger Schmidt. João Alves, antigo capitão do Benfica, já deu conta do seu desagrado em relação à produtividade que a equipa vem revelando.

Schmidt vê um Benfica "melhor"

Ao mesmo tempo, o 'luvas pretas' destacou que os treinadores têm por função "ver o que está a faltar" nas suas equipas e, no caso concreto do Benfica, Roger Schmidt tem uma equipa para ser "melhorada em vários aspetos".

Contrária é a ideia de Roger Schmidt que, nomeadamente em relação ao jogo da Liga Europa, que se seguiu a um empate em Guimarães que atrasou o Benfica na luta pelo título, disse que viu uma exibição "melhor" do que reflete o resultado final.

"Jogámos melhor do que aquilo que o 2-1 mostra. Tivemos chances dentro e fora da área. Tivemos ocasiões para marcar mais do que dois golos. Não foi tudo perfeito, na primeira parte faltou um pouco de intensidade, mas também tivemos bons momentos", comentou Roger Schmidt, em declarações aos jornalistas.