Portugal
"Schmidt diz que é melhor um ponto do que nada. Ele representa o Benfica"
2024-02-12 15:45:00
"Há aqui algumas abordagens estranhas dentro do próprio Benfica. No Sporting é confiança”

A forma de comunicar de Roger Schmidt volta a dar que falar e na sequência de nova perda de pontos na I Liga, as críticas viram-se para o técnico germânico que admitiu, após o jogo de Guimarães, que o Benfica não somou três mas um ponto e isso "é melhor que nada". Diogo Luís, antigo jogador de futebol, admite que este tipo de comunicação do técnico possa não agradar aos adeptos e sócios do Benfica.

“Eu olho para o Sporting e vejo uma equipa ultra confiante. Todos. O Sporting não se queixou, não reduziu o facto de não ter jogado contra o Famalicão. Acabou por não ser fator negativo. Pelo contrário”, explicou Diogo Luís, sustentando que o foco em Alvalade está traçado.

“Frederico Varandas veio demonstrar confiança na equipa, Rúben Amorim veio demonstrar confiança na equipa e a equipa entrou no jogo a seguir com tudo e mais alguma coisa para vencer, como venceu em Leiria [para a Taça de Portugal] e como venceu o SC Braga”, apontou Diogo Luís.

Schmidt "representa o Benfica", avisa Diogo Luís, após alemão dizer que ponto é "melhor que nada"

Em declarações na Antena 1, o ex-esquerdino do Benfica lamentou que na Luz existam "muitas dúvidas" nesta fase da temporada, nomeadamente no que toca às apostas de Roger Schmidt, ele que também foi criticado por manter a aposta em Morato, que leva "coxinhas" como adaptado.

“Do lado do Benfica, muitas dúvidas. De repente, Roger Schmidt muda o onze, de repente ao intervalo muda novamente tudo", enfatizou Diogo Luís, fazendo reparos à mensagem passada por Roger Schmidt.

"Percebe-se que a abordagem não foi a melhor e depois chega ao fim e diz que é melhor ganhar um ponto do que não ganhar nada. É verdade. Mas também é verdade que Roger Schmidt está a representar o Benfica e ele sabe que a comunicação é importante”, avisou Diogo Luís.

Por conseguinte, o antigo camisola 36 do Benfica avisou Roger Schmidt que tem de perceber que está a treinar o Benfica. “Dizer que ganhou um ponto e que é melhor do que não ganhar nada, naturalmente que os adeptos não vão ficar satisfeitos".

"Há aqui algumas abordagens estranhas dentro do próprio Benfica. No Sporting é confiança”, defendeu Diogo Luís, certo de que, contudo, a qualquer momento as coisas podem alterar-se.

“Mas o futebol é momento e tudo muda”, admitiu Diogo Luís, deixando ainda reparos para o facto de o Benfica ter investido "50 milhões de euros" na compra de avançados/ pontas de lança e Roger Schmidt ter algumas abordagens aos jogos sem uma referência de área, como aconteceu para o campeonato em Guimarães, ou como tinha acontecido na final da Supertaça Cândido de Oliveira contra o FC Porto.