Portugal
"Schmidt colocou a arbitragem num pedestal, num andor, todo contente"
2023-01-17 09:40:00
"Devem ter dito ao Schmidt que desde que veio o VAR nunca mais ganharam nada", refere antigo jogador de futebol

O dérbi entre Benfica e Sporting que terminou empatado a duas bolas, no Estádio da Luz, continua a dar que falar e Fernando Mendes, antigo jogador português, que representou Benfica, Sporting e FC Porto, admite que não compreende as críticas que o técnico alemão fez à arbitragem após o clássico lisboeta.

"Não é um lance claro. É claríssimo de grande penalidade. Não há muito a dizer sobre isto. Ponto", comentou o confesso adepto dos leões, que lembra até que "o senhor Roger Schmidt era a lufada de ar fresco do futebol português", como se chegou a dizer quando o técnico assinou pelos encarnados.

E deste modo, Mendes não percebe como é que vem agora criticar a arbitragem, mas lança uma pista para o ar. "Devem ter-lhe dito que desde que o VAR veio para o futebol português nunca mais ganharam nada", salientou Fernando Mendes.

O antigo jogador considera que "enquanto não houve VAR eram penáltis e saltos para a piscina", mas agora essas situações, sublinha, são passadas a 'pente fino' pelo VAR.

"Devem ter-lhe dito que desde que o VAR veio nunca mais ganharam nada", disse Fernando Mendes, em declarações num programa de desporto da CMTV.

A este respeito, refira-se que o Benfica foi campeão nacional em 2019 já com VAR em ação nas competições nacionais de futebol em Portugal.

Em todo o caso, Fernando Mendes deixa claro, em seu entendimento, que o VAR deve servir como suporte para evitar os erros dos árbitros em campo.

"Nós gastamos milhões e milhões no videoárbitro para beneficiar o Benfica, o FC Porto e o Sporting? É para quê? Andamos sempre a queixar do VAR", destacou o antigo jogador, notando que a indicação dada por Tiago Martins, VAR do dérbi, a Artur Soares Dias, àrbitro do encontro, no lance dentro da grande área entre António Silva, do Benfica, e Paulinho, do Sporting, acabou por se revelar "corretíssimo".

"Colocou a arbitragem num pedestal, num andor, todo contente"

"O videoárbitro teve uma decisão corretíssima e está tudo a queixar-se que não deveria ter ido ao VAR. Isto é inacreditável", lamentou o antigo jogador de futebol profissional.

Por outro lado, Fernando Mendes não compreende como é que Roger Schmidt na conferência de imprensa antes do jogo elogiou as arbitragens e depois do embate criticou o trabalho da equipa de arbitragem do dérbi.

"Colocou a arbitragem portuguesa num pedestal, num andor, todo contente, era uma maravilha, muito satisfeito. Lógico então não haveria de estar satisfeito? Só que quando as coisas lhe tocam a ele, isto é como todos os clubes. Acreditem que isto não vai ficar por aqui", disse ainda Fernando Mendes, em jeito de antevisão.