Portugal
SC Braga sobe provisoriamente ao segundo lugar ao vencer Tondela
Redação
2021-02-21 19:55:00
Minhotos aguardam pelo resultado da deslocação do FC Porto ao reduto do Marítimo

O SC Braga venceu hoje o Tondela por 4-2, num jogo da 20.ª jornada da I Liga de futebol em que mostrou uma surpreendente frescura física e uma superioridade quase total, só esbatida na parte final.

Piazón (18 e 50 minutos), Ricardo Horta (40) e João Novais (42), este último candidato a um dos golos do ano, marcaram para os bracarenses, que, sobretudo na primeira parte, ‘sufocaram' o Tondela, que reduziu por Souley (84) e Jaquité (90+4).

Os minhotos ultrapassam o FC Porto na segunda posição, mas os ‘dragões' só jogam na segunda-feira [no reduto do Marítimo], enquanto os beirões voltaram às derrotas e marcam passo no último terço da tabela classificativa.

O Braga vinha de uma derrota caseira (2-0) para a Liga Europa, diante da Roma, na quinta-feira, mas de uma vitória na última jornada (nos Açores, por 1-0, ao Santa Clara) e, apesar dos muitos jogos que tem feito no último mês, mostrou uma disponibilidade física que surpreendeu.

Carlos Carvalhal mexeu em meia equipa, lançando cinco novos jogadores em relação ao jogo europeu, e João Novais, com assistências e um grande golo, e Piazón, que ‘bisou’, aproveitaram da melhor maneira a oportunidade.

O Tondela até equilibrou o jogo no primeiro quarto de hora, mas, depois, a equipa da casa pegou no jogo.

Aos 18 minutos, João Novais solicitou Galeno na esquerda, este passou por Medioub e assistiu Piazón, que rematou de primeira para o golo inaugural.

Pouco depois, claríssima oportunidade para o SC Braga, subdividida em três instantes, dois por Abel Ruiz e outro por Ricardo Horta, mas o segundo golo surgiria aos 40 minutos.

Ricardo Horta ‘fuzilou' já dentro da área, após mais uma incursão do lado esquerdo e intervenção de Piazón.

Dois minutos depois, chegou o golo da noite, com um ‘tiro' fabuloso de muito longe de João Novais, que ainda embateu na barra antes de entrar.

O melhor lance do Tondela na primeira parte só surgiu nos descontos, aos 45+1 minutos, com Mario González a ficar muito perto do golo.

Obviamente insatisfeito, o treinador tondelense, Pako Ayestaran, fez uma tripla substituição logo após o intervalo, mas de pouco valeu, porque foi o SC Braga a entrar novamente muito forte.

Após novo grande passe de João Novais, Piazón desperdiçou excelente ocasião para dilatar o marcador, aos 48 minutos, mas, aos 50, o brasileiro fez mesmo o quarto tento.

Os ‘arsenalistas' só tiraram o pé do acelerador' nos últimos 10/15 minutos e, até aí, podiam ter dilatado o marcador.

Aproveitando a menor intensidade, o Tondela surgiu mais afoito no ataque na parte final e reduziu, por Souley, com um belo remate cruzado (84 minutos). No último lance do jogo, Jaquité rematou de fora da área com violência e a trajetória da bola enganou Matheus (90+4).