Portugal
"SC Braga é um dos grandes do futebol português", diz Jorge Costa
Redação
2021-04-03 13:50:00
Técnico do Farense antevê dificuldades diante dos minhotos, mas acredita que Carvalhal também não espera tarefa fácil

O treinador do Farense fez hoje a antevisão do encontro da 25.ª jornada da I Liga, diante do SC Braga, que se disputa na segunda-feira, em Faro. "As duas equipas têm uma ideia de jogo - não é que seja idêntica, mas com futebol positivo. Estou à espera de um bom espetáculo na segunda, num jogo em que temos de estar ao nosso melhor a todos os níveis, porque vamos defrontar um dos grandes do futebol português", considerou o técnico.

Jorge Costa, que iniciou a sua carreira de técnico nos bracarenses, afirmou partilhar das análises que caracterizam o próximo adversário como a equipa que melhor futebol pratica em Portugal. "Uma equipa muito bem orientada, com valores individuais acima da média, coletivamente muito forte e que tem uma ideia de jogo muito positiva. Portanto, de todo estaremos à espera de facilidades num jogo com um grau de dificuldade elevadíssimo. Mas seguramente que o Carlos Carvalhal irá responder o mesmo quando o questionarem sobre o Farense", frisou.

Depois da vitória frente ao Boavista [1-0], na jornada anterior, a coroar uma boa exibição, o treinador dos algarvios lamentou a paragem de duas semanas, devido aos compromissos das seleções.

"Até pelo tempo de paragem, tenho a certeza absoluta de que os últimos resultados das duas equipas não terão qualquer influência no que se irá passar na segunda. Infelizmente para nós, porque depois da vitória no [Estádio do] Bessa e da forma como a conseguimos, gostaria de ter jogado imediatamente a seguir", referiu Jorge Costa.

O treinador disse que a sua função, nestes dias, passa por, no balneário, "relembrar tudo o que de bom" a equipa tem vindo a fazer e "tentar repetir, fazendo melhor ainda na segunda-feira".

Olhando para a pausa de duas semanas de outro ângulo, o treinador do Farense disse que ficou "satisfeito" por ter permitido descansar os jogadores do ponto de vista psicológico.

"Estamos na fase final do campeonato, onde é preciso dar algum descanso aos jogadores, não tanto físico, mas mental, para podermos atacar o último terço com a cabeça limpa, com muita vontade e ambição. São sensações que se misturam. Gostava de ter jogado logo a seguir, mas também tive duas semanas para trabalhar e tentar melhorar algumas coisas", asseverou.

Questionado sobre o facto de a equipa ter começado a conquistar mais pontos fora, enquanto no São Luís leva cinco partidas sem ganhar, Jorge Costa disse não ter explicações.

"Nós, como todas as outras equipas, não temos adeptos, não há aquela vantagem ou pressão de jogar fora ou em casa. Acho que são simples coincidências. Infelizes, porque eu queria ganhar sempre, mas não me parece que haja uma justificação para que isso esteja a acontecer", sublinhou.

O Farense, 15.º classificado, com 22 pontos, recebe o SC Braga, quarto com 50, em jogo marcado para segunda feira, às 18:45 horas, no Estádio de São Luís, em Faro, com arbitragem de Rui Costa (Porto).