Portugal
SC Braga bate Vitória e conserva segundo lugar
2021-03-09 23:50:00
Minhotos continuam a nove pontos do líder Sporting

O Sporting de Braga fez valer a sua maior experiência e eficácia e venceu, na terça-feira, confortavelmente o Vitória de Guimarães por 3-0, na 22.ª jornada, regressando ao segundo lugar da I Liga de futebol.

Piazón abriu o marcador bem cedo, aos cinco minutos, Abel Ruiz fez o segundo antes do intervalo (40) e Sporar, no seu primeiro golo pelos bracarenses, o terceiro e último, aos 85 minutos.

O Sporting de Braga somou o quarto triunfo consecutivo no campeonato e está de volta ao segundo lugar, que perdeu durante alguns dias para o FC Porto.

Já o Vitória de Guimarães, que conta com apenas uma vitória nas últimas sete jornadas, está agora a seis pontos do quinto classificado, o Paços de Ferreira, e tem mais seis do que o sétimo, o vizinho Moreirense.

Sem Raul Silva e Rolando, limitados fisicamente, Carlos Carvalhal apostou no jovem Bruno Rodrigues para fazer dupla com Tormena no eixo defensivo, enquanto, no Vitória de Guimarães, o ponta de lança colombiano Óscar Estupinan, melhor marcador da equipa, foi a grande baixa, com um estiramento no adutor esquerdo.

Com uma excelente entrada em jogo, os bracarenses abriram a contagem logo aos cinco minutos, com Piazón a mostrar mais uma vez a sua classe, ao parar o passe de Abel Ruiz com o pé direito e a rematar com o esquerdo. O lance começou num lançamento lateral cobrado rapidamente por Sequeira, perante a passividade de André Almeida.

Aos 26 minutos, Bruno Rodrigues chegou a introduzir a bola na baliza vitoriana, mas o golo foi anulado por fora de jogo no início do canto marcado à maneira curta.

O Vitória de Guimarães tinha mais bola, mas era inconsequente ofensivamente e dava muito espaço no último reduto, como no segundo golo dos 'arsenalistas'.

Abel Ruiz recebeu a bola sem oposição e, com uma grande finta sobre Abdul Mumin, deixou o central nas 'covas' e ficou perante Bruno Varela, que 'fuzilou' com um remate violento (40).

Mais um grande golo do avançado espanhol, dando sequência aos dois tentos decisivos na vitória por 3-2 em casa do FC Porto, na quarta-feira última, que 'carimbou' a passagem à final da Taça de Portugal.

No último lance da primeira parte, Marcus Edwards rematou à barra de livre direto e, dando sequência a esse registo, o Vitória entrou bem mais forte no segundo tempo e, em menos de um minuto, desperdiçou duas claras ocasiões de golo, por Marcus Edwards e Bruno Duarte (51 e 52).

Sob a batuta de André André e Rochinha e já com Quaresma em campo a partir da hora de jogo, o Vitória partiu para a sua melhor fase, mas criou poucos reais lances de perigo, com exceção de um de Rochinha, após grande passe de André André (73), e não conseguiu relançar a partida.

Na parte final, aproveitando uma 'cratera' na defesa vitoriana, foi mesmo o Sporting de Braga a marcar o terceiro, com Sporar a fazer o seu primeiro golo pelos bracarenses, bem lançado por João Novais (85).